Facebook Jobs vai ajudar PMEs, diz vice-presidente da rede social imprimir publicado em: 04 / 03 / 2018

diego dzodanProcurar empregos no Facebook é algo que as pessoas já fazem. Segundo a Morning Consult, uma em quatro pessoas nos Estados Unidos procuraram ou conseguiram empregos por meio da rede social. Nesta semana, o Facebook Jobs finalmente chegou ao Brasil, bem como a mais 40 países. A iniciativa foi lançada nos EUA e no Canadá no ano passado.

Diego Dzodan, vice-presidente do Facebook para a América Latina, conta que o Facebook Jobs é especialmente voltado para pequenas e médias empresas. Para ele, são elas que conseguiram tirar maior proveito dos recursos que a plataforma oferece para encontrar talentos.

Em meio ao discurso de que a rede social pode unir mais as comunidades locais, Dzodan menciona que as PMEs podem optar por impulsionar publicações, um dos principais métodos de monetização do Facebook enquanto ferramenta de marketing. Recentemente, a rede social mudou o News Feed, priorizando publicações de amigos em detrimento do alcance das páginas. Fora isso, os acessos a sites via Facebook também tiveram uma queda drástica.

Ainda assim, as PMEs definitivamente são as meninas dos olhos do Facebook na América Latina. A empresa considera que elas formam “o coração da geração de emprego das economia” da região.

No cargo desde de junho de 2015, Dzodan, que já foi até preso pela Polícia Federal por descumprimento de ordem judicial para a companhia, é do tipo de executivo que veste a camisa da empresa e se mostrou visivelmente animado com o Facebook Jobs.

Exame


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas