Facebook permitirá que usuários votem em mudanças de privacidade - Dono da Notícia
Facebook permitirá que usuários votem em mudanças de privacidade   publicado em 02 / 06 / 2012

O Facebook permitirá que seus quase 1 bilhão de usuários votem nas mudanças que serão feitas nas políticas de privacidade.

Os ajustes anunciados anteriormente incluem novas seções na política, que explicam como as informações das pessoas são usadas. As atualizações também refletem algumas funções adicionadas à rede social, como o perfil Linha do Tempo.

A nova política também abre a possibilidade de o Facebook começar a mostrar anúncios de sites externos à rede, tendo como alvo os interesses e hobbies citados pelo dono do perfil.

O periodo de votação começa nesta sexta-feira (1º) e acontece durante a próxima semana. A companhia anunciou as mudanças em maio, uma semana antes de sua oferta inicial de ações. Os papéis, que tiveram valor inicial de US$ 38, foram desvalorizados 26% desde então.

É a segunda vez que o Facebook deixa que seus usuários votem suas políticas de privacidade. A primeira vez que isso aconteceu foi em 2009, quando a rede social era muito menor, com menos de 200 milhões de usuários.

Ao menos 30% dos 900 milhões de usuários do Facebook (270 milhões de pessoas) precisam votar nas mudanças –ou contra elas—para que o resultado seja obrigatoriamente levado em conta. Caso contrário, a votação será apenas uma “consulta”.

G1

Comente

publicidade

redes sociais

publicidade

publicidade