Falsa assistente usa nome do HUT para “negociar” órgãos de treinador imprimir publicado em: 15 / 10 / 2016

valter maranhaoA família do ex-jogador e treinador de futebol, Valter Maranhão, registrou Boletim de Ocorrência na Polícia Civil denunciando o aliciamento de uma suposta funcionária do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) para realizar a venda dos órgãos do atleta.

O filho de Valter Maranhão, o jogador João Victor, disse que a suposta funcionária, identificada apenas como Conceição, procurou a família dizendo que era assistente social do HUT. “Ela prometeu agilizar o atendimento do meu pai no hospital. Depois procurou nossa família na nossa casa dizendo que ele tinha morrido e que era preciso doar os órgãos dele”, conta João Victor.

A família desconfiou da mulher porque ela falava insistentemente sobre valores de órgãos, mesmo antes do protocolo de morte cerebral de Valter ter sido aberto pelo HUT. “A cada dez palavras que ela falava, onze eram órgãos. Tentava convencer a gente sobre a venda, dizendo, por exemplo, que uma córnea custava R$ 30 mil e que tinha um criança e dois adolescentes esperando para fazer transplante”, relata o filho de Valter Maranhão.

A direção do Hospital de Urgência de Teresina foi informada sobre a prática da suposta assistente social e abriu sindicância para investigar o caso. A Assessoria de Comunicação do HUT desmente a versão da mulher e alega que ela não faz parte do quadro de funcionários do centro de saúde. Além de servidora do HUT, a mulher também disse à família de Valter que era lotada no gabinete de um deputado estadual na Assembleia Legislativa do Estado.

De forma emergencial, o ouvidor do HUT, Joaquim Junior, baixou decreto proibindo a entrada de Conceição no hospital, que vai investigar se algum funcionário tem ligação com ela e executar a devida punição. Ainda não há prazo para o término da sindicância.

Valter Lima Vieira, conhecido como Valter Maranhão, tinha 60 anos. Ele foi internado na UTI do HUT no início da noite do último sábado (8), após sofrer um Acidente Vascular Cerebral hemorrágico. O HUT confirmou a morte cerebral na última quarta-feira (12).

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas