Fazendário morre ao desviar de barreira montada por bandidos imprimir publicado em: 13 / 11 / 2017

bandidosO técnico fazendário Raimundo Nonato Gomes Correia, 59 anos, morreu em um acidente na noite deste domingo (12), na BR-316. Ele vinha de Teresina para Aroazes com a nora (grávida de seis meses), um tio e uma tia. O servidor público colidiu com um caminhão, supostamente, ao desviar de uma barreira montada por criminosos na rodovia.

O titular da 8ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Paulo Gregório, explica que o acidente envolveu três veículos.

“A vítima seguia com a família em uma Nissan Frontier e tentou desviar de um carro modelo Astra que, provavelmente, foi colocado atravessado na pista por criminosos para fazer com que motoristas que passassem no local parassem os carros.  Assim eles poderiam fazer o assalto. Na tentativa de desviar do Astra, a vítima colidiu de frente com um caminhão que seguia em sentido contrário. Policiais civis continuam em diligência”, disse o delegado ao Cidadeverde.com.

Raimundo Nonato veio a óbito no local em decorrência do impacto do acidente, principalmente, na cabeça. O acidente ocorreu às 19h30, na BR-316, zona rural de Elesbão Veloso.

As investigações da Polícia Civil do Piauí apontam ainda que, antes de colidir com o caminhão, Raimundo Nonato bateu no suposto carro dos criminosos. O delegado Paulo Gregório ressalta que, inclusive, o parachoque do Astra foi encontrado no local da colisão.

O inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Rafael Alencar, esclarece que o veículo Astra foi encontrado horas após o acidente totalmente incendiado.

“O carro não tem restrição de furto ou roubo e foi achado totalmente queimado a cerca de 8 km do local do acidente. A suspeita é que possam ter queimado para não deixar pistas”, explica o inspetor acrescentando também que não foram localizadas marcas de tiros nos veículos envolvidos no acidente.

Raimundo Nonato ingressou no serviço público em 1987 e atualmente era supervisor de atendimento da agência da Secretaria de Fezenda do Estado do Piauí (Sefaz) em Elesbão Veloso. De acordo com a assessoria do órgão, ela era uma pessoa muito querida na região e o falecimento causa comoção.

O corpo ainda está no hospital e deve ser liberado na tarde desta segunda-feira (13) para sepultamento em Aroazes, sua terra natal. Ele deixa três filhos e seis netos.

Nota de falecimento do Supervisor da Agência de Atendimento da Sefaz em Elesbão Veloso-Raimundo Nonato Correia.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas