Felipe Melo, Guerra e Borja podem ganhar chance com Valentim imprimir publicado em: 14 / 10 / 2017

alberto valentin

Alberto Valentim (esq.) conversa com o preparador físico Omar Feitosa antes do treino de sexta (Foto: Ag. Palmeiras/ Divulgação)

A mudança na comissão técnica do Palmeiras poderá trazer consequências para dentro de campo nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro. Na sexta-feira, Alberto Valentim iniciou a sua quinta passagem como interino do Verdão. Vai ficar no comando até uma decisão da diretoria sobre o sucessor de Cuca.

A mudança na comissão técnica do Palmeiras poderá trazer consequências para dentro de campo nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro. Na sexta-feira, Alberto Valentim iniciou a sua quinta passagem como interino do Verdão. Vai ficar no comando até uma decisão da diretoria sobre o sucessor de Cuca.

No primeiro e único treino até agora, apenas uma atividade com os reservas e nenhuma indicação de uma provável escalação para o fim de semana. O elenco está quase que todo à disposição – apenas Yerry Mina e Jean continuam em fase de transição.

Veja quem pode ter uma chance na equipe com Valentim:

Defesa
Na ausência de Mina, que ainda está em fase de transição, Edu Dracena e Juninho vinham ganhando sequência. Antes titular, Luan havia virado opção no banco. Nas laterais, Fabiano tinha perdido espaço, tanto que Tchê Tchê foi utilizado no setor nas ausências de Mayke e Jean. Do outro lado, além de Egídio, Zé Roberto e Michel Bastos também foram testados.

Meio de campo
É o setor com maior concorrência do time, principalmente depois da reintegração de Felipe Melo. Antes desafeto de Cuca, o volante voltou a ser aproveitado, mesmo após ser testado na zaga durante os treinamentos. Ausente das últimas partidas por opção da antiga comissão, Guerra é opção para dar mais qualidade e posse de bola ao setor de criação. Outros nomes que foram utilizados e não tiveram sequência são Bruno Henrique, Raphael Veiga e Hyoran.

Ataque
Talvez, o setor onde esteja o maior dilema. Muito pela forte cobrança da torcida pela entrada de Borja e saída de Deyverson. Com característica diferente em relação ao atual titular, o colombiano vinha sendo preterido por ter um estilo de jogo de pouca participação na marcação e movimentação. Deyverson, mesmo importante para o esquema tático, não tem marcado gols. Pelos lados de campo, Keno e Erik são opções de velocidade.

globoesporte.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas