FMS suspende fornecimento de leite especial e pacientes sofrem imprimir publicado em: 01 / 08 / 2017

leiteA Fundação Municipal de Saúde (FMS) suspendeu o fornecimento de alimentos de nutrição enteral, ou seja, um leite especial para pacientes com ingestão controlada de nutrientes. Cada litro do produto custa R$ 40 e famílias que têm algum parente que depende deste tipo de alimentação sofrem com a suspensão.

“A gente recebia 135 litros para três meses. Depois começaram 48 litros e depois 39 litros, por mês. Agora voltei lá e me disseram que está suspenso e não há nem promessa”, lamenta a aposentada Rosimeire Santos. Ela é mãe do jovem Marcílio que, devido a um acidente ocorrido há seis anos, perdeu a capacidade de engolir alimentos e só pode ingerir o leite especial que é colocado diretamente na sonda.

Com a suspensão, a família teria que gastar em média R$ 1.800 para comprar o leite especial.

“Eu não tenho como comprar e estou pedindo ajuda as autoridades, a prefeitura, a FMS, que eles voltem a fornecer. Assim como o Marcílio existem outros pacientes crianças e idosos que também dependem desse alimento e não têm como comprar”, pede Santos.

Por meio de nota, a FMS informou que vai solicitar do Ministério da Saúde a regulamentação, por meio de portaria, para especificar de quem é a responsabilidade pelo fornecimento do leite especial. A nota diz ainda que a Saúde é assegurada a cada cidadão, mas a responsabilidade deve compartilhada entre União, estados e municípios.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas