Fora das Olimpíadas, Rafael diz que se lesionou ao trombar com um boneco imprimir publicado em: 24 / 07 / 2012

Rafael

Rafael disse que saiu para interceptar um cruzamento na área e trombou com um boneco

O goleiro Rafael está fora da Olimpíada. O camisa 1 sofreu uma lesão no cotovelo durante o treino da manhã da última segunda-feira e, após ser submetido a um exame de ressonância magnética, acabou cortado pela comissão técnica de Mano Menezes.

Dessa forma, Neto, da Fiorentina, herdará a vaga de titular. O atleta de 23 anos figurou em algumas convocações de Mano, porém nunca atuou. Além disso, ele pouco tem jogado na Itália, onde é reserva.

A contusão que tirou Rafael Cabral da Olimpíada de Londres ocorreu de forma inusitada. Em um treino específico para goleiros, o camisa 1 trombou com um boneco, que estava na área para simular a presença de um atacante adversário.

“Era um trabalho dos goleiros, em que se colocam bonecos na área para uma situação de jogo. Saí na bola socando, e meu cotovelo bateu na cabeça de um dos bonecos. Na hora doeu muito, mas continuei treinando. Depois do almoço o braço ficou limitado, com dificuldade para dobrar. Foi uma fatalidade”, contou o atleta de 22 anos, na manhã desta terça-feira.

Rafael volta para o Brasil ainda nesta terça. Segundo o médico José Luiz Runco, o prazo de recuperação varia de duas a três semanas.

“Ele precisa de repouso. O problema é que são só dois goleiros. Se fosse uma Copa do Mundo e tivesse três para a posição, poderia até ponderar em mantê-lo aqui”, comentou o médico da seleção.

O atleta do Santos, tricampeão paulista, campeão da Copa do Brasil e da Copa Libertadores, falou em superação e citou a ocasião em que quebrou a perna durante um treino na Baixada Santista.

“É complicado, são fatalidades que infelizmente acontecem no futebol e nos deixa triste e magoado. É difícil entender, mas lá na frente você entende. Já aconteceu comigo uma vez, quando eu faria minha estreia no profissional do Santos e acabei quebrando a perna. Você fica se perguntando muitas coisas, o Santos estava brigando para não cair, e quando voltei fui titular e num momento brilhante, com a oportunidade de ganhar vários títulos”

Pergunta muita coisa, santos brigando para não cair, quando voltei, fui titular entrei momento birlhante do Santos de vencer títulos”, comentou o atleta natural de Sorocaba, no interior de São Paulo.

uol.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas