Funcionários da AlmaViva protestam contra congelamento de salários imprimir publicado em: 06 / 02 / 2017

almavivaOs funcionários da empresa Almaviva fazem paralisação na manhã desta segunda-feira (06). A categoria cobra um posicionamento da empresa em relação a Lei Federal do salário mínimo(Lei nº 12.382/2011). Segundo os trabalhadores a empresa quer congelar o salário em R$ 880 até o mês de maio.

Ainda, de acordo com os trabalhadores houve mudanças no pagamento do Programa de Participação de Lucros (PPL) acordado em mesa de negociação. A empresa não quer pagar o PPL.

Em relação ao plano de saúde, a empresa reajusta de 0,5% ficando um total de 3,5% de desconto ao mês, assim o desconto fica de R$ 26,40 para R$30,80 até o mês de abril, depois o valor passa a ser de R$ 33,50. O Sinttel  alega que o plano de saúde atual devido às várias reclamações e a falta de abrangência no atendimento e disponibilização de especializadas para tratamentos, não contempla a maioria dos trabalhadores, atualmente. Havendo uma necessidade urgente de uma avaliação desse plano.

A empresa reajusta em 6% a partir de abril o vale refeição. O sindicato quer um reajuste de R$8 para operador e R$ 10 para supervisor.

Os trabalhadores cruzaram os braços desde às 7horas da manhã de hoje e protestam em frente a empresa.

PortalAZ


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas