‘Gêmeo do crime’ é baleado e comparsa é morto em operação em Parnaíba imprimir publicado em: 23 / 02 / 2018

presidioUm homem foi morto e outro ficou ferido após reagirem à prisão e trocarem tiros com policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), na cidade de Parnaíba, a 338 km de Teresina. O objetivo da ação policial era recapturar Alex dos Santos Nunes, o homem que ficou conhecido com um dos “Gêmeos do Crime” ,foragido da Penitenciária Irmão Guido desde fevereiro de 2017.

Alex foi baleado com três tiros e encaminhado para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde. O homem que estava com ele no local, apontado como comparsa do “Gêmeo”, morreu. Ele foi identificado como Ricardo de Sousa Pereira, conhecido como “Perturba”.

De acordo com o secretário de segurança Fábio Abreu, que acompanhou a operação em Parnaíba, o cerco foi montado depois que o serviço de inteligência da Secretaria conseguiu localizar o foragido em uma residência do bairro Rosa dos Ventos. “De madrugada nós demos cumprimento ao mandado de busca. Eles reagiram à prisão e foram baleados”, contou o secretário. Duas armas de fogo foram apreendidas no local.

Ainda segundo o secretário Fábio Abreu, os dois homens são suspeitos de crimes de homicídio, roubo e tráfico de drogas. O “Gêmeo” que foi ferido durante a troca de tiros ficou conhecido após aparecer em um vídeo dentro da penitenciária Irmão Guido, onde avisava que iria para o litoral do Piauí quando fugissem do presídio. Ele havia sido preso junto com o irmão gêmeo em fevereiro de 2017 com prisões em Teresina e Parnaíba.

Os gêmeos estavam entre os 26 presos que participaram de uma fuga em massa em fevereiro de 2017. Alan dos Santos Nunes foi recapturado logo depois da fuga, e Alex estava sendo procurado desde a fuga. “Eles aterrorizam Parnaíba desde criança. Só de acusaçöes de homicídios que tem contra ele são nove. O último aconteceu antes de ontem”, disse o secretário Fábio Abreu.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas