Gerente de posto é presa por desvio de gasolina do MPE imprimir publicado em: 16 / 01 / 2016

abastecimentoO Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) informou que a gerente de um posto de gasolina identificada como Diomar Maria de Carvalho foi presa por também participar do esquema de desvio de recursos – de cartões de abastecimento de carros – do Ministério Público Estadual do Piauí. Ontem (15), foram presos o chefe de transporte do Ministério Público Estadual, José Lima Marques, e o frentista Davi Queiroz da Silva. Todos são suspeitos de corrupção por desvio de recursos da ticket car.

O servidor foi preso por policiais do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) em um posto de gasolina localizado no cruzamento das avenidas Frei Serafim e Miguel Rosa, no Centro de Teresina. Eles foram presos em flagrante durante a troca de um ticket no valor de R$ 260 e, de acordo com a polícia, no bolso do servidor foram encontrados R$ 200. Outros R$ 30 teriam sido dados ao frentista.

abastecendo gasolinaO promotor auxiliar da corregedoria do Ministério Público Estadual, João Malato Neto, declarou que recebeu uma denuncia anônima sobre a possível fraude, e pediu uma investigação ao Greco. Segundo ele, essa é a primeira vez que se detecta um crime dessa natureza.

O promotor destacou o trabalho do Greco. “O José Lima foi preso em flagrante abastecendo ilegalmente uma viatura, inclusive trocando o tíquete por dinheiro em espécie, o que é proibido e configura peculato e associação criminosa. Existem outras pessoas envolvidos, inclusive outro funcionário do Ministério Público”, disse o promotor.

O delegado geral Riedel Batista também informou que as investigações foram feitas a pedido da Corregedoria Geral do Ministério Público do Piauí. “Após 60 dias chegou-se ao chefe de transporte após abastecer um veículo no Centro”.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas