‘Globo Repórter’ da RedeTV! levanta a audiência com sexo e pornografia imprimir publicado em: 30 / 01 / 2017

swingue de casal


Documento Verdade sobre suingue mostra duplas de parceiros em ato sexual

Na estreia do Documento Verdade, em setembro de 2015, a RedeTV! anunciou que a atração mostraria reportagens especiais aprofundadas sobre um único assunto. A temática de cada programa poderia abordar questões investigativas e comportamentais ou a vida em outros países. No primeiro dia, o repórter Mauro Tagliaferri mostrou a rotina na ilha de Cuba. Deu 0,9 ponto no Ibope da Grande São Paulo.

A abordagem “séria” durou pouco. De lá para cá, o foco do Documento Verdade se fixou nos assuntos, digamos, comportamentais. Levantamento feito pelo Notícias da TV aponta que, dos 25 últimos programas exibidos, 12 tiveram temáticas sexuais, todos apelando a imagens pornográficas.

A edição mais recente, do dia 23, sobre sexo tântrico e pompoarismo, deu 1,2 ponto. A reprise de um programa sobre travestis, no último dia 9, teve 1,7 _quase o triplo da média diária da emissora, que gira em torno de 0,6.

A melhor audiência já atingida pelo programa, em 11 de agosto de 2016, saciou a curiosidade do público sobre a prostituição masculina _deu 2,1 pontos. Na semana seguinte, abordou a vida de jovens modelos _e, aproveitando o gancho de Verdades Secretas, sucesso da época, falou também do book rosa. Fechou com média de 1,6.

Na “busca por boas histórias” pregada pelo Documento Verdade, cabe de tudo: de garotas que ganham a vida fazendo sexo virtual a um grupo de strippers anões, passando por uma viagem de cruzeiro em que tudo é liberado e por pessoas que têm fetiche por pés.

Confira nesta página momentos eróticos exibidos pelo Documento Verdade, todos aparentemente encenados. Algumas imagens parecem ter saído diretamente da faixa da madrugada do canal pago Multishow, e não de um jornalístico da RedeTV!.

sexo tantrico


Mulher recebe massagem no púbis em sessão de sexo tântrico registrada pela RedeTV!

sexo


O programa sobre sexo virtual mostrou garotas e travestis que se exibem nuas na internet

Mesmo quando o tema do Documento Verdade não envolve sexo, o programa opta por assuntos questionáveis: o programa de 29 de setembro tratou de canibalismo, o de 21 de novembro mostrou palhaços criminosos e, no do dia 4 de agosto, que abordou a mediunidade, a sensitiva Márcia Fernandes tentou “limpar” uma casa atormentada por espíritos há 40 anos.

Procurada, a RedeTV! defende o programa e seus conteúdos mesmo os mais adultos.

“A direção de jornalismo da RedeTV! esclarece que o Documento Verdade adota uma linha editorial investigativa, abordando assuntos polêmicos, explorados com profundidade, credibilidade e isenção, a fim de retratar de perto a realidade. Entre os diversos temas já abordados pelas grandes reportagens, estão o modo de vida de ciganos, moradores de rua e travestis, o mundo das drogas sintéticas, as condições dos presídios brasileiros, entre tantos outros, sempre registrando bons índices de audiência. O canal ainda ressalta que o conteúdo veiculado no programa respeita a classificação indicativa de sua respectiva faixa horária”, diz a emissora em nova.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas