Google abrirá Android para rivais e pagar multa de US$ 7,8 milhões imprimir publicado em: 18 / 04 / 2017

android

Android Nougat é o nome do novo sistema operacional do Google. (Foto: Divulgação/Google)

O Google, empresa que pertence à Alphabet, abrirá o Android, seu popular sistema operacional para celulares, para mecanismos de busca rivais na Rússia, como parte de um acordo firmado nesta segunda-feira (17) após dois anos de disputa judicial com autoridades russas.

O acordo estabelece um novo precedente para a gigante de tecnologia, que enfrenta múltiplas denúncias em todo o mundo de que abusa de sua posição dominante ao impor restrições aos fabricantes de dispositivos que usem o Android, a fim de proteger sua participação no mercado de buscas online.

O acordo é válido para um período de seis anos e nove meses e foi aprovado mais cedo nesta segunda-feira por uma corte russa. Segundo os termos acordados, o Google ainda terá de pagar um total de 439 milhões de rublos (US$ 7,85 milhões) em multas.

O órgão de fiscalização de concorrência da Rússia (FAS, na sigla em inglês) constatou em 2015 que o Google infringiu a lei ao exigir a pré-instalação de certos aplicativos em smartphones e tablets como contrapartida para que usassem o Android. A reclamação partiu da russa Yandex.

A partir de agora, o Google não exigirá exclusividade de seus aplicativos em aparelhos com sistema Android na Rússia e não restringirá a pré-instalação de ferramentas de busca rivais ou outros aplicativos, como parte do acordo com a FAS.

A empresa também vai desenvolver uma ferramenta permitindo que os usurários escolham um mecanismo de busca padrão em seus aparelhos Android.

O Google confirmou o acordo dizendo que ele atende o interesse de todas as partes envolvidas. A empresa também informou que fechou acordo comercial com a Yandex que para criar novas oportunidades para a empresa promover seus serviços de busca em conjunto com o Chrome.

Reuters


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Paixao

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas