Governo do Piauí aposta em sucesso dos Platôs de Guadalupe imprimir publicado em: 29 / 08 / 2011

Irrigação nos Platôs de Guadalupe

Irrigação nos Platôs de Guadalupe

O sucesso alcançado na primeira etapa do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe é o principal trunfo do Governo do Estado para atrair novos investidores para a segunda fase do projeto. Iniciadas em 2009, as obras referentes ao novo estágio devem ser concluídas em 2013 e possibilitarão o cultivo de mais de 10.000 hectares e a geração de cerca de 50.000 empregos.

“O que precisamos é expandir isso que nós estamos vendo aqui”, destaca o governador Wilson Martins, referindo-se aos Platôs de Guadalupe. “É tanta gente que está querendo investir no Piauí. Gente que está vindo para cá não só por conta do agronegócio, mas para a mineração, para o turismo e também para a agricultura irrigada, para arranjos produtivos”, complementa.

Wilson Martins salienta, no entanto, que, na segunda etapa do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe, não haverá espaço para especuladores. “O que precisamos é dinamizar mais isso e, sobretudo, colocar aqui gente que não venha para especular, mas pessoas que possam estar usando os lotes empresariais e também os lotes dos agricultores familiares”, assinalou o governador.

O resultado obtido na primeira etapa do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe tem deixado o governador Wilson Martins entusiasmado. “Aqui é uma realidade. Nós estamos presenciando indústria de transformação. Produtor que está lá no campo e que está transformando a fruta em polpa e a polpa em suco. É esse Piauí que todos nós sonhamos e no qual todos nós acreditamos”, comenta.

O diretor regional do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), José Carvalho, destaca a determinação do governador Wilson Martins em proporcionar o crescimento de projetos de desenvolvimento do campo. “É importante destacar que, as grandes obras do Dnocs no Estado, como a Barragem de Piaus e os projetos de irrigação, sempre tiveram a participação do governador Wilson Martins, que coordenou o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) anteriormente. Isso foi muito importante. A ação do governador naquela época, garantindo recursos e incluindo as obras no PAC, permitiu que tivéssemos agora uma parte dos Platôs de Guadalupe produzindo e a outra sendo construída para que tripliquemos a área irrigada no Piauí”.

Da Redação
[email protected]


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas