Greve suspende exames práticos no Detran por tempo indeterminado imprimir publicado em: 28 / 08 / 2014

greveOs instrutores e funcionários de autoescola do Piauí entraram de greve, ontem (27), por tempo indeterminado. A categoria não aceitou a proposta dos empresários, que ofereceram um reajuste salarial de 7,6%. Segundo o presidente do Sindicato dos Instrutores e Funcionários de Autoescola do Piauí (Sinfaep-PI), Gilberto Cardoso, a greve continuará até que o sindicato patronal aceite negociar com a classe. O sindicalista explicou ainda que a categoria está pedindo reajuste salarial de 18%, mas, em reunião com os empresários, onde apenas seis autoescolas compareceram, a proposta colocada foi de menos da metade do reivindicado.

“A categoria rejeitou essa proposta porque a perda salarial é maior que isso. O nosso piso é de R$ 950, enquanto que a média nacional é de R$ 1.300. Além disso, estamos pedindo o aumento do ticket alimentação e plano de saúde”, disse.

Os instrutores e funcionários de autoescola permanecerão com as atividades suspensas até que a classe patronal aceite negociar e ofereça um reajuste que contemple as reivindicações da categoria. Gilberto Cardoso informou ainda que todas as autoescolas aderiram ao movimento e que os alunos que se dirigirem ao Departamento de Trânsito do Piauí (Detran-PI) não poderão realizar testes de baliza e percurso, pois todos foram suspensos.

A categoria já havia paralisado as atividades no início do mês, deixando mais de 600 alunos sem realizarem os exames de baliza, percurso e moto. Na oportunidade, os testes foram reagendados e os alunos encaixados em outros horários, mas, desta vez, os alunos não poderão reagendar os exames.

“Agora ninguém sabe quando eles voltam e se será preciso remarcar. Se duvidar, deve demorar mais de um mês, o que acaba prejudicando o nosso processo, que vence e a gente não conclui”, lamentou o estudante Victor Emanuel Pereira, de 18 anos.

O jovem contou que chegou cedo ao Detran-PI para realizar seu teste, mas teve uma péssima surpresa quando chegou ao local. Ele descreve que, quando chegou ao pátio do Detran-PI, o espaço estava vazio e afirmou que se sente prejudicado com a greve.

“O tanto de gente que paga esses testes é muito grande e o Detran aumenta cada vez mais as taxas. Nessas greves só quem se prejudica é a gente. Eles deveriam ter anunciado que entrariam de greve, assim a gente não teriam vindo e perdido tempo”, finalizou.

portalodia.com

PARTICIPE

,

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas