Há 65 dias em greve, servidores da UFPI queimam pneus durante protesto imprimir publicado em: 29 / 05 / 2014

Servidores técnicos da Universidade Federal do Piauí realizaram nesta quinta-feira (29) um protesto na entrada do campus Petrônio Portela em Teresina. Os manifestantes atearam fogo em pneus e com faixas impediram a entrada de carros e ônibus na instituição. De acordo com Bartolomeu Sousa, vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores da UFPI, o movimento tem como objetivo chamar a atenção do poder público e da população para a greve da categoria que já dura 65 dias.

Ufpi

Servidores da UFPI fazem protesto em Teresina

Os servidores pedem aumento salarial, criação do plano de cargos e salários e diminuição no número de terceirizados que foram contratados pela universidade. Segundo Bartolomeu, atualmente, a UFPI possuem 1.500 terceirizados e apenas dois mil servidores efetivos.

“Não podemos aceitar esta realidade, onde o número de terceirizados é quase o mesmo da quantidade de efetivos. Isso fere a legislação por isso pedimos a realização de concurso público para que efetivos sejam colocados no lugar dos terceirizados. Também queremos chamar atenção para nosso movimento grevista. Estamos há 65 dias parados e nenhum canal de negociação foi aberto”, disse o vice-presidente.

Por conta do protesto, o trânsito no local ficou complicado e alguns ônibus tiveram que desviar da rota. O desvio incomodou motoristas e estudantes que trafegavam pelas avenidas Nossa Senhora de Fátima e Petrônio Portela.

O estudante Romário de Sousa foi é uma destas pessoas que se sentiu prejudicada com o movimento dos servidores. “A manifestação deles é legítima, eles têm todo o direito de protestar por melhorias salarias, mas nós alunos é que estamos sendo prejudicados, pois eu estou atrasado para a aula e ainda tive que descer longe da sala”, reclamou.

A administração superior da UFPI ainda não se posicionou sobre o protesto dos servidores.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas