Herói ‘sincerão’ do 3-2 do Vasco conta onde foi buscar motivação imprimir publicado em: 30 / 03 / 2018

fabricio vascoO herói do Vasco na vitória por 3 a 2 sobre o Fluminense, pela semifinal do Carioca, não jogou nada. E o primeiro a admitir isso é ele mesmo. Acompanhado pelo filho Henry, Fabrício foi sincero na zona mista após o jogo e reconheceu que não esteve bem. Mas tratou com naturalidade as vaias e revelou a motivação para buscar a classificação.

– Eu mesmo sei que não estava bem na partida. Mas domingo passado eu estava na praia com a minha família vendo o jogo (Botafogo x Fluminense) pelo celular. Hoje mesmo a gente teve conversa: não quero estar na praia de novo, não. Quero estar no jogo. Não quero fazer isso aqui de novo. No próximo fim de semana quero estar jogando – contou o lateral.

Fabrício foi vaiado pela torcida do Vasco durante quase todo o jogo. Mas, aos 50 minutos do segundo tempo, pegou uma sobra na área e fez o gol da classificação. Experiente, ele minimizou as críticas mas pediu apoio.

– Se você descobrir qual lateral que não é vaiado no futebol brasileiro, te dou um prêmio. Todos são vaiados, a não ser os meninos da base que ainda têm crédito. Mas depois errou duas, três vezes é grande a chance de ser vaiado. Não é a primeira vez. O torcedor tem que vaiar mas depois que termina o jogo. Quando tem um segundo de jogo faltando, tem que incentivar, tem que dar força porque às vezes é gritando lá de cima que dá algo a mais para você – completou.

Ao analisar sua atuação, Fabrício lembrou que ainda não está com o ritmo de jogo ideal. Mas afirmou que tentou compensar isso com força de vontade.

– Jogador precisa de ritmo de jogo. Tem dois meses que eu estou no Vasco, cheguei depois dos companheiros. Tem que estar sempre melhorando, mas vontade, garra e determinação não faltam da minha parte. Posso estar mal no jogo, mas sempre vou correr pelos meus companheiros.

Com Henrique ainda lesionado, Fabricio deve ser mantido no Vasco para a final do Campeonato Carioca. O primeiro jogo será neste domingo, no Nilton Santos – a volta está marcada para o outro fim de semana, no dia 8 de abril, no Maracanã.

globoesporte.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas