História e possíveis 38 mi de euros: a aposta do United para levar Jesus imprimir publicado em: 23 / 07 / 2016

A promessa financeira do Manchester City e o telefonema de Pep Guardiola balançaram Gabriel Jesus, mas o Manchester United vai acirrar a disputa pelo atacante do Palmeiras.

Gabriel JesusDepois de fazer chegar ao clube brasileiro a possibilidade inicial de uma oferta de 35 milhões de euros (cerca de R$ 125 milhões), três milhões de euros a mais do que o rival estaria disposto a pagar, o United já acenou com a hipótese de aumentar os valores.

As conversas têm como intermediários dois empresários brasileiros, o ex-lateral-esquerdo Moreno e seu sócio, Fransérgio. Deles, a diretoria do Palmeiras ouviu que uma proposta de até 38 milhões de euros pode ser formalizada na próxima semana.

Além de oferecer mais dinheiro, o United aposta no peso de sua história (muito mais vitoriosa em comparação com a de seu rival local) e não descarta a ideia de, a exemplo do que fez Guardiola, tentar convencer o atacante do Palmeiras colocando-o na linha com o técnico português José Mourinho.

O curioso é que o United faz parte de um grupo de cinco europeus que, pelo contrato de Gabriel Jesus, podem levá-lo por 24 milhões de euros caso seja do interesse do jogador. Todos os demais têm multa rescisória estipulada em 40 milhões de euros. A entrada do City na disputa, no entanto, inflacionou a disputa.

Independentemente do destino do atacante, é certo que, apoiado no contrato até dezembro de 2019, o Palmeiras não vai liberar seu artilheiro nesta temporada, em meio à disputa pelo título brasileiro. Além disso, por ter apenas 30% dos direitos econômicos, estuda um modelo de negócio em que financeiramente possa ser mais bem recompensado.

Em sociedade com o próprio Gabriel Jesus – e auxiliado por empresários parceiros –, o advogado Cristiano Simões controla 47,5% dos direitos econômicos. Os 22,5% restantes pertencem a Fábio Caran (22,5%), antigo agente do jogador.

globoesporte.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Uniao - Julho II

últimas