Homem incendeia viatura da PM após ameaçar a ex-mulher no PI imprimir publicado em: 05 / 03 / 2018

vtrO atendimento a uma ocorrência na cidade de Dom Expedito Lopes acabou com uma viatura da Polícia Militar incendiada neste domingo (04). Os policiais foram acionados até a residência de uma mulher, que estaria sofrendo agressões por parte do companheiro, de nome Luís Carlos da Silva. Ao chegarem ao local, se depararam com ele no quintal da casa, tentando fugir do cerco. Os PM’s o perderam de vista e logo em seguida só conseguiram perceber a fumaça que vinha do lado de fora. Quando saíram da casa, viram a viatura, da qual tinham acabado de descer, em chamas.

Segundo o cabo José Altamar de Oliveira, do GPM de Dom Expedito Lopes, o incêndio no veículo foi causado por José Luís, que fugiu logo em seguida e ainda não foi localizado. O policial relata que o homem já tinha um histórico de agressão e era considerado como um indivíduo de alta periculosidade. “Ele já foi enquadrado várias vezes na Lei Maria da Penha, por ter agredido verbal e fisicamente a esposa. Depois que esta entrou com ação para pedir o divórcio, as agressões e ameaças aumentaram”, resume o cabo.

Nas últimas semanas, a ex-esposa de Luís Carlos vivia sob medida protetiva, o que proibia o acusado de se aproximar dela e sua residência. Como ele já havia descumprido outras decisões judiciais anteriores, inclusive tendo sido preso, mas solto mediante pagamento de fiança, a Polícia Militar de Dom Expedito, a pedido também do delegado da cidade, intensificou a proteção à mulher.

“A ordem era evitar que ele se aproximasse dela, porque ele fazia ameaças abertamente. Já chegou inclusive a mandar dois conhecidos na casa dela fazer pressão para que ela voltasse para ele. Como ele não podia aparecer na casa, ficava mandando recado. Ontem houve essa quebra da protetiva e nós ficamos sem ter como agir, porque ele acabou destruindo nosso instrumento de trabalho”, disse o cabo Altamar.

O PM acrescentou ainda que Luís Carlos teria pedido abrigo na casa de seu advogado e que já teria entrado em contato com a Polícia Civil para negociar sua entrega. A expectativa é que ele apareça ainda hoje (05) na Delegacia da cidade. Com relação à viatura, como ela ficou totalmente destruída, a população de Dom Expedito Lopes contará com apenas um carro da polícia fazendo as rondas nos próximos dias.

portalodia.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas