Homem morre atropelado por ônibus na zona sul de Teresina imprimir publicado em: 19 / 03 / 2018

atropelamentoUm homem de 38 anos, identificado como Alfredo Luís Barbosa, morreu atropelado por um ônibus da empresa Transcol, na tarde desta segunda-feira (19), na Avenida Miguel Rosa, zona sul de Teresina, próximo à estação de transbordo Higino Cunha.

Segundo a major Ayla, da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran), o homem estava atravessando a avenida quando foi colhido pelo ônibus. “O cidadão ia passar de um lado para o outro e, segundo informações, a gente não sabe se é verdade, ele vinha distraído, olhando o celular, e não viu a proximidade do ônibus e veio a óbito no lugar”, afirmou.

A major falou ainda que o homem estava com a esposa no carro, estacionou o veículo e atravessou a avenida com a intenção de ir a uma loja procurar uma peça para o automóvel.

Alessandro Gomes, que é policial militar do Maranhão e primo da vítima, contou que Alfredo era mecânico e dono da oficina Bom Jesus, localizada no mercado da Vermelha: “Ele veio comprar uma peça, acho que ele foi atravessar, não sei se ele estava com o telefone no momento do acidente [e foi atropelado]”, declarou.

onibusO trânsito está lento nas duas vias da avenida. Uma equipe da Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito) está no local para organizar o tráfego. Testemunhas relataram que o motorista e cobrador do ônibus fugiram, pela janela, sem prestar socorro.

“Nossa guarnição ia passando pelo local e já nos deparamos com o corpo no chão e o ônibus parado, inclusive o motorista do ônibus evadiu-se do local. O representante da empresa já se encontra aqui para recolher o ônibus após o término da perícia”, disse o cabo Aureliano, da Polícia Militar.

O policial relatou ainda que a investigação do acidente ficará sob responsabilidade da Polícia Civil: “Será aberto um procedimento pela polícia Civil que vai apurar, inclusive, o motorista vai ser chamado e no momento oportuno ele vai se explicar e colocar a versão dele dos fatos”, explicou.

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas