Jovem é perseguido e morto a tiros após receber ameaça no WhatsApp imprimir publicado em: 17 / 09 / 2017

BarettaUm jovem identificado como Sávio Viana de Pinho Borges, de 20 anos, foi morto a tiros após ser perseguido por um suspeito de moto na noite desse sábado (16), próximo a uma faculdade no bairro Horto Florestal, Zona Leste de Teresina. Segundo o delegado Francisco Costa, o Barêtta, familiares revelaram que a vítima vinha recebendo ameaças de morte pelo WhatsApp.

“Familiares relataram que o jovem estava no shopping e foi deixar o primo de moto na casa da namorada. Ao chegarem no cruzamento das ruas Coronel Araújo e Veterinário Bugyja Brito, os dois passaram a ser perseguidos por um motociclista, que efetuou um disparo e eles caíram”, revelou.

Conforme o delegado, Sávio vinha na garupa e na queda a moto ficou por cima dele. Já o seu primo correu e conseguiu escapar ileso. O suspeito ainda se aproximou e efetuou mais dois tiros contra a vítima, que morreu no local.

“Os tiros acertaram o ombro esquerdo, nuca e as costas do jovem. A irmã dele esteve no local do crime e revelou que o Sávio vinha recebendo ameaças pelo celular, mas não procurou a polícia. Inclusive horas antes de sair do shopping, ele recebeu uma mensagem no WhatsApp dizendo que a sua morte seria naquele dia”, contou o delegado.

A polícia coletou imagens de segurança de prédios próximo ao local do homicídio e do percurso feito pela vítima, além de cartuchos de pistola ponto 40 na cena do crime. De acordo com o delegado, Sávio tem passagem por roubo, furto e porte ilegal de arma.

“O Sávio foi o único sobrevivente da briga de grupos rivais ocorrida no povoado Soinho, em junho deste ano. Ele e outros três estavam dentro do carro que sofreu uma emboscada e na época ficou ferido na perna, enquanto outros foram mortos. A família acredita os mesmos suspeitos tenham autoria no homicídio dele, mas vamos investigar”, acrescentou Barêtta.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas