Juiz manda soltar acusados de estupro coletivo em Oeiras imprimir publicado em: 16 / 09 / 2016

juizDois acusados de cometerem estupro coletivo em uma mulher de 26 anos no município de Oeiras, no mês de agosto, foram soltos pela justiça. Segundo o juiz Luis Henrique Moreira Rego, Titular da 1ª Vara do município, a decisão foi baseada no laudo médico que não detectou as características de estupro alegadas pela acusação.

O crime teria acontecido no dia 27 de agosto. A suspeita inicial era de que os dois maiores de idade e um menor teriam praticado o estupro. Segundo o delegado Antônio Newton, titular da delegacia de Oeiras que atendeu o caso, a vítima depois de uma festa ficou em coma alcoólico, e foi levada para casa pelos acusados. Ela teria sido deixada em casa sem roupas, sobre uma cama.

De acordo com o juiz Luis Henrique Moreira Rego, o laudo teve seis perícias que foram realizadas na boca, vagina e no ânus da vítima e nenhuma delas revelou a prática do estupro. Disse ainda que nos depoimentos tiveram muitos fatos controversos, razão pela qual decidiu pela soltura dos acusados, que em seu entender não oferecem riscos à sociedade.

O juiz ressaltou ainda em seu decisão que a própria vítima confessou que não lembra de nada do que aconteceu, que ela mesma foi ao encontro dos acusados e que, junto com eles, ingeriu álcool e outras drogas ilícitas, como maconha.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas