Júlio Arcoverde diz que PP não foi avisado sobre quebra de acordo imprimir publicado em: 16 / 02 / 2017

julio arcoverde

Júlio Arcoverde

O deputado estadual e presidente regional do PP no Piauí, Júlio Arcoverde, falou nesta quinta-feira (16), sobre a mudança no acordo com o governador Wellington Dias (PT) para que o PP passasse a comandar a secretaria de estado da Saúde que, agora, deverá ser dividida entre PT e PMDB.

Apesar de ressaltar que é preciso ter sangue frio e habilidade para acalmar os ânimos, o deputado disse que aguarda um sinal de Wellington Dias e adiantou que tanto ele, quanto o senador Ciro Nogueira Filho estão tranquilos.

“Estamos esperando o governador chamar a gente para conversar. Eu e Ciro estamos tranquilos, pois quem foi a Brasília oferecer a Saúde foi o governador. Não estávamos pedindo secretaria foi ele quem foi ao gabinete do senador Ciro dizer que estava tudo ‘ok’, que havia comunicado ao partido dele e que era para ir escolhendo os nomes, mas houve uma mudança e ele não comunicou a gente, estamos sabendo pela mídia. Nós, como dirigentes, temos que ter o papel do consenso e sangue frio neste momento”, disse Arcoverde.

Questionado se esta situação poderia trazer como consequência a ruptura do PP com o Governo, Júlio Arcoverde respondeu: “Acho que isso é besteira, a gente trabalhou para botar o Wellington onde está, estamos aí desde 2014, começamos a campanha juntos. Acredito que não vai ter estresse, nós vamos conversar. Precisamos de uma palavra dele, porque se ele convidou, quem tem que desconvidar é ele. É de praxe!”.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas