Júlio Arcoverde revela insatisfação com suposto acordo imprimir publicado em: 07 / 06 / 2018

JulioO presidente do Progressista no Piauí, deputado Júlio Arcoverde, reagiu à informação de que a chapa majoritária do governador Wellington Dias (PT) já estaria definida. Segundo ele, de acordo com aliança dos partidos com o governador, a majoritária só será definida depois de se chegar a uma definição sobre a proporcional.

Júlio também reagiu à informação de que a senadora Regina Sousa (PT) já teria vaga garantida na chapa, pois ele revela que os partidos não aceitam duas vagas para o PT.

“Ontem estive com o governador em uma solenidade. Não existe nada definido com relação à chapa majoritária. Temos uma conversa com o governador e todos os partidos da base apoiam que primeiro tem que definir a chapa proporcional para depois definirmos a majoritária. Se for dentro da ideia que o governador diz que cada partido tem que ter um representante na chapa majoritária, não acredito que o governador venha com a proposta de dois. Agora se a Regina Sousa for para a chapa, vamos pleitear a permanência da vice Margarete Coelho na majoritária também”, destacou.

Segundo ele, se o PT indicar Regina, os Progressistas vão querer duas vagas também.

“Esse critério de duas vagas para o PT não agrada os Progressistas. Se o critério é um por partido, como teremos dois de um mesmo partido? O governador passou quatro anos dizendo que se mudasse a chapa seria um de cada partido. Não vou aceitar, faltando três meses da eleição, ele falar que o partido dele vai ter duas vagas”, afirmou.

Júlio revela que o chapão proporcional não seria problema para os Progressistas e que o partido já tem uma alternativa.

“O Progressista não tem problema com o chapão. Quem tem é o MDB. Tenho acerto com o PDT, PR e PTB para sairmos sozinho. Não tem problema nenhum”, declarou.

Em tom duro, o presidente dos Progressistas diz que os partidos jamais fariam uma negociação envolvendo o nome de Regina Sousa e o chapão.

“Isso não existe. Não vou fazer uma troca por conta de uma coisa que não passa na cabeça de ninguém. O governador é que tem que conduzir o melhor para ele. Agora não pode querer exigir de nós, dizendo que vai dar o chapão para colocar a Regina. Tenho certeza que não vai fazer essa proposta. Ele sabe com quem está mexendo”, disse.

Cidadeverde.com

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas