Júri absolve empregada por morte de ex-primeira-dama de Lagoa do Sítio imprimir publicado em: 15 / 09 / 2018

Noêmia Maria da Silva Barros

Noêmia Maria da Silva Barros

O Tribunal do Júri da Comarca de Valença do Piauí absolveu por 4 a 0 a empregada doméstica Noêmia Maria da Silva Barros da acusação da morte da ex-primeira-dama do município de Lagoa do Sítio, Gercineide de Sousa Monteiro Rabel, ocorrida no dia 10 de fevereiro de 2015, dentro de casa. A sessão foi presidida pelo juiz Juscelino Norberto da Silva Neto, na última quinta-feira (13).

Diante do entendimento do jurado, o juiz jugou “improcedente a acusação, para absolver a ré Noêmia Maria da Silva Barros quanto aos fatos narrados na denúncia, relativamente ao homicídio qualificado, com fulcro no art. 5º, XXXVIII, “c”, da CF, c/c 483, §1º, do CPP”.

Decisão semelhante também foi tomada pelo Tribunal do Júri da Comarca de Oeiras, no último dia 11 de junho deste ano, dessa vez, inocentando o ex-prefeito de Lagoa do Sítio, Zé Simão, que era marido de Gercineide.

Na época, o delegado geral Riedel Batista, afirmou que o crime havia sido elucidado e que não havia dúvidas que Zé Simão havia matado a esposa, com ajuda da empregada, com quem ele mantinha um caso extraconjugal.

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas