Lava Jato: Inquérito contra Heráclito Fortes é remetido à PF imprimir publicado em: 20 / 04 / 2017

heraclitoO inquérito no âmbito da Lava Jato contra o deputado federal Heráclito Fortes (PSB) já foi remetido ao Departamento de Polícia Federal para que se iniciem as investigações em torno das acusações provenientes de delatores do Grupo Odebrecht de que o parlamentar recebeu dinheiro oriundo de caixa 2.

O parlamentar piauiense é acusado de receber R$ 200 mil do departamento de propina da Odebrecht, segundo as delações prestadas pelos colaboradores Cláudio Melo Filho, no termo de depoimento número 37, e José de Carvalho Filho, nos termos de depoimento 28 e 43.

“Segundo o Ministério Público, relatam os colaboradores o pagamento de vantagem não contabilizada no âmbito de campanha eleitoral de Heráclito Fortes ao Senado Federal, no ano de 2010”, diz trecho de decisão do ministro relator no Supremo Tribunal Federal Edson Fachin.

“Esclarecem que foram repassados R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), por meio de pagamento implementado pelo Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht, sendo o beneficiário identificado no sistema “Drousys” com o apelido de ‘Boca Mole’”, complementa o magistrado.

O sistema Drousys é amplamente sofisticado e ficava localizado na Suíça.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas