Levantamento aponta que 94% das despesas do TJ-PI são com pessoal imprimir publicado em: 18 / 10 / 2016

TJPI

Dos R$ 486 milhões utilizados pelo Tribunal de Justiça, R$ 456 milhões foram gastos com pessoal

O Tribunal de Justiça do Piauí gastou 94,2% de todas as suas despesas com recursos humanos no ano de 2015. Os números foram revelados pela publicação Justiça em Números, divulgada ontem pelo Conselho Nacional de Justiça. A publicação mostra informações e avalia o funcionamento de todos os tribunais do Poder Judiciário, incluindo dados financeiros, números de processos julgados, pendentes, além da taxa de congestionamento, entre outros.

Em 2015, do total de R$ 486 milhões de despesas, R$ 457 milhões foram gastos com pessoal, encargos trabalhistas, estagiários, terceirizados, benefícios, entre outros. Apenas R$ 28,4 milhões foram gastos com outras formas. O valor representa 5,4% das despesas. Já com informática, 623 mil, o equivalente a 1,2%. Em 2015, o Tribunal de Justiça do Piauí estava sob comando do então presidente desembargador Raimundo Eufrásio.

O Justiça em Números 2015 revela que, dos 12 tribunais de menor porte do Brasil, o Tribunal de Justiça do Piauí é o que proporcionalmente mais teve gastos com recursos humanos. No que diz respeito a eficiência destes, o Piauí obteve o sétimo lugar. Tendo em vista a grande diferença de população e orçamento entre os estados, o Justiça em Números separa os estados de acordo com critérios pré-definidos.

São avaliados no mesmo nível do Piauí, os tribunais de Justiça do Acre, Rio Grande do Norte, Paraíba, Tocantins, Roraima, Rondônia, Amapá, Sergipe, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Piauí.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Esporte

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas