Mais de 18 mil beneficiários do Bolsa Família no PI são servidores imprimir publicado em: 11 / 11 / 2016

Bolsa familiaO Raio-X Bolsa Família, projeto do Ministério Público Federal (MPF), mostrou que 18.533 beneficiários do programa no Piauí são servidores públicos. O ministério aponta que, de 2013 a maio de 2016, os pagamentos a todos os perfis considerados suspeitos de irregularidades totalizaram R$ 118,9 milhões no estado. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (11).

No Piauí, foram identificados um total de 28.857 perfis suspeitos (4,46%), em todos os municípios do estado. Entretanto, 20 cidades apresentaram maiores percentuais de perfis suspeitos. A maioria do dinheiro pago para perfis suspeitos foi para beneficiários que estão registrados como servidores públicos. Foram R$ 72,1 milhões repassados para 18.533 perfis classificados nesta categoria. Já as pessoas que recebem o benefício e que foram rastreadas como empresários chegam ao número de 9.866, sendo que esses receberam R$ R$ 44,2 milhões.

Além destes, existem ainda os falecidos, doadores de campanha e servidores públicos doadores de campanha. Todos esses estão rastreados como perfis que receberam o dinheiro do programa de forma irregular.

As cidades no com Piauí com os maiores percentuais de perfis suspeitos foram, Baixa Grande do Ribeiro, Canavieira, São Félix do Piauí, Uruçuí e Antônio Almeida.

Por conta desses indícios, O MPF expediu recomendações para que as prefeituras realizem visitas domiciliares a esses beneficiários do programa Bolsa Família suspeitos de não cumprir os requisitos econômicos estabelecidos pelo governo federal para recebimento do benefício. As recomendações foram expedidas em todo o país no período de julho a setembro deste ano, com prazo de 60 a 120 dias para que os gestores municipais informassem o número de irregularidades confirmadas e de benefícios cancelados.

Ministério já havia indicado irregularidades
No dia 7 de novembro, um cruzamento de dados entre diversos órgãos mostrou que mais de 33 mil beneficiários do Bolsa Família no Piauí tiveram seus benefícios bloqueados ou cancelados por conta de irregularidades. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), em todos os casos, foi constatado que a renda das famílias era superior à exigida para ingresso e permanência no programa.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas