Mais de 571 mil pessoas conduzem veículos sem habilitação no Piauí imprimir publicado em: 13 / 08 / 2016

cnhCom uma frota de 1 milhão 57 mil veículos, o Piauí registra números alarmantes de condutores de motos e carros sem habilitação. O número se aproxima de 571 mil 746. Pior: das 485 mil 426 carteiras nacional de habilitação (CNH) emitidas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran), 68 mil estão vencidas há mais de um ano. O diretor de fiscalização do órgão, Levi Gomes de Sousa, diz que a situação é preocupante por demais e que as campanhas do Detran, tanto educativas, quanto repreensivas, acontecem dia e noite.

A incidência maior da falta de carteira de habilitação é observada entre os motoqueiros. No Piauí existem 503 mil 346 motos. Delas, 313 mil 316 circulam com a documentação atrasada. No interior do Estado, a frota de motos é de 345 mil 619. E é nos municípios do Piauí onde se registra o maior número de motos irregulares, 222 mil 371.“Se o condutor não se preocupa em regularizar a situação do veículo, podendo perde-lo a qualquer momento, imagine em tirar a CNH”, observa.

A falta de habilitação por parte de quem conduz veículos em Teresina é a terceira maior causa de multas aplicadas pelo Detran.

Primeira é pela falta de capacete em motos, seguido por licenciamento atrasado (carro e moto). “Somente de janeiro a julho desse ano de 2016, aplicamos 3.586 multas. Isso só o pessoal do Detran. Aqui não está se falando nas multas da Strans, nem da Polícia Rodoviária Federal, muito menos da Secretaria Estadual de Transportes, nem do Dnit”, contabiliza Levi Gomes.

Das 485 mil 426 habilitações expedidas no Piauí, 357 mil é para homens e 128 mil para mulheres. Das 68 mil vencidas, o Detran não especifica o percentual de mulheres e de homens com o documento irregular.

Além da ilegalidade da CNH, o Detran diagnostica um percentual de 48,3% de falta de licenciamento de toda a frota (carro e moto) do Estado, contabilizando 507 mil 732 veículos. Representa quase a metade da frota com a documentação atrasada.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Vale

últimas