Marido de promotora é morto ao reagir a assalto em Teresina imprimir publicado em: 10 / 01 / 2016

O mecânico e corretor João José da Costa Neto, 47 anos, foi morto com quatro tiros durante uma suposta tentativa de assalto neste domingo (10). O crime aconteceu às 5h30 em um sítio na zona rural de Teresina (PI), na estrada que dá acesso ao município de União, povoado de Boa Fé. a vítima era marido de uma promotora aposentada do Piauí.

De acordo com uma sobrinha de João José, que não quis se identificar, ele dormia no sítio onde estavam pelo menos outras quatro pessoas, entre irmãs e os pais da vítima. A família comemorava o aniversário do pai de João José, que completa 81 anos hoje.

Um suspeito entrou no local e rendeu uma das irmãs, apontando a arma para a sua cabeça. João José teria acordado assustado com a situação e tentou reagir para salvar a irmã e o pai. Ele sofreu um tiro nas costas, outro no ombro, um no braço e mais um na altura das costelas. Ele foi levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT), mas chegou sem vida.

Antônia Costa, também irmã de João José, não estava no sítio no momento do crime, mas veio de São Paulo para comemorar o aniversário do pai, que mora há 40 anos na região. Ela conta que ouviu das irmãs que o local já foi alvo de assaltantes pelo menos outras três vezes. A família suspeita que o bandido tenha participado dos outros assaltos, pois um deles disse que queria matar o pai de João José.

“Minha irmã acordou cedo para preparar as coisas [para a festa]. Quando ela foi colocar a roupa no varal, foi abordada. Ele rendeu ela, levou para dentro de casa e ela disse: ‘Pelo amor de Deus, não me mate, não. E ele [bandido] respondeu: ‘Eu não vou matar você. Eu quero é o velho'”, contou Antônia Costa. Ao ouvir a ameaça, João José teria partido para cima do assaltante, mas acabou baleado.

Apesar da hipótese de tentativa de assalto, a filha acredita que o crime possa ter sido motivado por vingança. Segundo Antonia, seu pai tinha uma arma e teria reagido no assalto anterior.

Para o delegado Higgo Martins, da Delegacia de Homicídios, o bandido entrou na residência para roubar, acreditando que somente o casal de idosos que vive no local estaria em casa. “Ele [ladrão] tentava fazer um roubo na residência dos pais da vítima, que reagiu e foi alvejado com três ou quatro disparos. Fomos informados pela família de que outras práticas de roubo já haviam acontecido lá, mas não foram registradas [na polícia]. A perícia foi ao local em busca de vestígios para identificar a autoria. Não foi levado nenhum objeto da casa, mas na casa reside apenas um casal de idosos. Acreditamos que o bandido foi surpreendido pela presença dos outros familiares”, disse o delegado.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal de Teresina e liberado ainda na manhã deste domingo. Se confirmada a tentativa de roubo, este é o segundo caso de latrocínio em Teresina nas últimas 72 horas. Durante a semana, este foi o terceiro.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas