Após morte de Marisa Letícia, Lula autoriza doação de órgãos imprimir publicado em: 02 / 02 / 2017

marisa leticiaA ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, 66 anos, teve morte cerebral confirmada nesta quinta-feira (02/02). Ela está na unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês desde o dia 24 de janeiro, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. Através das redes sociais, a assessoria do Ex-presidente Lula comunicou que a família autorizou os procedimentos preparativos para a doação dos órgãos

Segundo boletim médico, foi realizado um doppler transcraniano que identificou a ausência de fluxo cerebral na paciente. Diante do resultado e com autorização da família, foram iniciados os procedimentos preparativos para a doação de órgãos. Marisa foi acompanhada pelas equipes coordenadas pelos médicos Roberto Kalil Filho, Milberto Scaff, Marcos Stávale e José Guilherme Caldas.

FAMÍLIA AGRADECE APOIO
Nas redes sociais a assessoria de Lula postou um agradecimento: “A família Lula da Silva agradece todas as manifestações de carinho e solidariedade recebidas nesses últimos 10 dias pela recuperação da ex-primeira-dama Dona Marisa Letícia Lula da Silva”.

lula

AVC CAUSOU INTERNAÇÃO
Marisa teve o AVC em sua casa, em São Bernardo do Campo (SP), causado por um aneurisma cerebral. Ela foi encaminhada imediatamente para o Hospital Assunção, no ABC Paulista, e depois foi levada para o Hospital Sírio Libanês, na capital paulista.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas