Mark Zuckerberg admite que teve os próprios dados vazados imprimir publicado em: 11 / 04 / 2018

markO diretor executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, afirmou nesta quarta-feira que os seus próprios dados na rede social foram vendidos à empresa britânica Cambridge Analytica, que acessou informações de 87 milhões de usuários sem consentimento.

Zuckerberg, de 33 anos, compareceu ao comitê de Energia e Comércio da Câmara dos Representantes, depois de responder no dia anterior às perguntas de 44 dos cem senadores.

Na audiência desta quarta-feira, ao falar sobre o escândalo da Cambridge Analytica, a legisladora democrata Anna Eshoo perguntou a Zuckerberg se os dados pessoais do executivo foram vendidos a “terceiros”, e recebeu um “sim” como resposta.

Em março foi revelado que a empresa britânica Cambridge Analytica teve acesso em 2014 a dados coletados pelo Facebook e usou essa informação para construir um software destinado a deduzir as decisões dos usuários.

A Cambridge Analytica supostamente colaborou com a equipe do agora presidente, Donald Trump, durante a campanha para as eleições de 2016.

Em princípio, o Facebook calculou em 50 milhões o número de afetados, mas no início de abril admitiu que a Cambridge Analytica acessou no mundo todo os dados de 87 milhões de usuários, a maioria dos Estados Unidos.

Até então, Mark Zuckerberg, que se desculpou pelos vazamentos, não tinha dito se os seus próprios dados foram comprometidos na ocasião.

EFE

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas