Médicos da rede municipal de Teresina paralisam atendimentos imprimir publicado em: 27 / 01 / 2016

medicosOs médicos que atendem pela prefeitura de Teresina irão paralisar as atividades a partir desta quarta-feira (27). A decisão foi tomada depois de assembleia geral realizada pela categoria na semana passada.

A categoria reivindica o cumprimento da Lei da Carreira Médica; progressão (mudança de nível por tempo de serviço), promoção (mudança de nível por titulação), insalubridade (direito concedido a trabalhadores que são expostos a agentes nocivos à saúde) e o aumento salarial aprovado em assembleia realizada no dia 24 de novembro do ano passado.

De acordo com Lúcia Santos, presidente do Sindicato dos Médicos do Piauí ( Simepi),  o sindicato já encaminhou diversos ofícios a prefeitura de Teresina, que através de  documento negou os pedidos da categoria.

“ A nossa reivindicação é toda relacionada a carreira médica. Reivindicamos o cumprimento da Lei da Carreira Médica,  a promoção dos médicos, por meio de nível de títulos, entre esses e outros assuntos, que diz respeito a categoria, que está sendo desrespeitada em seus direitos. Para se der uma ideia, o piso aprovado nacionalmente para os médicos é de cerca de R$ 12 mil e a prefeitura paga apenas R$ 6.900, um valor bem abaixo do piso”, afirma Lúcia Santos.

A paralisação deve suspender os atendimentos entre os dias 27 de janeiro a 02 de fevereiro.

A categoria  ainda se reúne em frente ao Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo, no Centro de Teresina, a partir das 8 da manhã de hoje(27).

Já na terça-feira (02), os médicos da rede municipal farão assembleia geral, ás 19h, no Simepi para avaliar o movimento e decidir sobre a continuidade da paralisação.

PortalAZ


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas