Merlong Solano destaca livro que trata sobre o crescimento do Piauí imprimir publicado em: 05 / 08 / 2014

Ao ocupar ontem (4) a tribuna, o deputado Merlong Solano (PT) destacou o livro Avanços na Inclusão Social e Desafios da Integração Econômica lançado pelo ex-deputado federal e sociólogo Antônio José Medeiros em que ele aborda o crescimento registrado pelo Piauí acima da média nacional entre os anos de 2003-2011. Ele disse que o livro mostra que as políticas sociais do Governo Federal contribuíram de forma decisiva para esse crescimento.

MerlongMerlong Solano afirmou que Antônio José Medeiros enumerou como fatores determinantes para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) do Piauí, dentre outros, o aumento do salário mínimo acima da inflação, o Programa Bolsa Família que conta com mais de 300 mil famílias beneficiadas, o aumento no número de beneficiários da Previdência Social e a recuperação da infraestrutura básica do Estado, como as estradas.

O parlamentar petista assinalou que o livro do ex-deputado federal apresenta dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostrando que em 2003 o Piauí cresceu 5,4% e o Brasil, 1,1%; em 2008, enquanto o PIB nacional subiu 5,2%, o do Piauí chegou a 8% e, em 2011, o PIB piauiense teve alta de 6,1% e o do Brasil ficou em 2,7%.

Em aparte, o deputado Fábio Novo (PT), primeiro secretário da Assembleia Legislativa, disse que os avanços ocorreram praticamente em todos os setores, incluindo o de educação, que registrou a instalação de mais unidades do Instituto Federal de Educação em todo o Estado, e a melhoria dos aeroportos, como o de Parnaíba, o que possibilitou, segundo ele, o crescimento do Estado.

Merlong Solano disse que esse crescimento precisa continuar, como Antônio José Medeiros destaca em seu livro, para que o Piauí alcance nos próximos anos o mesmo valor da renda per capita registrada no país. “Isso continuará com a conclusão de obras do porte da ferrovia Transnordestina, que beneficiará os cerrados e o semi-árido, possibilitando a integração dos modais rodoviário e ferroviário do nosso Estado”, ressaltou ele.

[email protected]

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas