Ministério Público investiga as péssimas condições da PI-113 imprimir publicado em: 03 / 06 / 2018

mp

Ministério Público do Estado do Piauí

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu inquérito civil para investigar irregularidades na infraestrutura e manutenção da PI-113. A portaria nº 005/2018 foi assinada pelo promotor de Justiça Flávio Teixeira de Abreu Júnior, na última segunda-feira (28).

Na portaria, o promotor destacou que são notórias a ausência de conservação e as péssimas condições de trafegabilidade da PI-113, sendo recorrentes os acidentes de trânsito causados pelos buracos que se alastram por vários pontos da rodovia.

Apontou ainda que com o período de chuva, buracos aumentam de proporção, amontoam destroços, fragilizam a estrutura e criam outros pequenos buracos ao redor e que, por vezes, trechos de um lado da rodovia ficam completamente intransponíveis.

“Que isso leva motoristas e condutores, de súbito, a desviar para o outro lado da pista ou, quando podem, para o acostamento. Quando não, sofrem em seus veículos, ou em sua própria integridade física, as consequências das manobras. Sem contar riscos de colisão ou abalroamento com outros veículos”, destacou o membro do MP.

O promotor também afirmou que poucos dias após “tapagem de buracos”, os mesmos problemas voltam a assomar quem trafega pela PI-113 e que, se de dia, já causa transtornos em curvas, aclives e declives, à noite, a pouca iluminação, aliada ao mato que cresce às margens, aumentam os riscos de acidentes, inclusive fatais.

O DER/PI (Departamento de Estradas de Rodagem do Piauí) para que apresente, no prazo de cinco dias úteis, cópia de todos os contratos e avenças firmados nos últimos cinco anos para qualquer intervenção na PI-113 (manutenção, capeamento, pavimentação, reparos, “tapas buracos”, retirada de matos dos acostamentos etc).

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também será oficiado para, em dez dias úteis, elencar o número de acidentes ocorridos naquela rodovia dentro do Município de José de Freitas.

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas