Moradores recebem decreto de interesse social do Residencial Padre Humberto imprimir publicado em: 04 / 03 / 2018

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), assinou, neste domingo (4), um decreto que estabelece o interesse social da ocupação Padre Humberto Pietrogrande. O documento determina a desapropriação da área onde reside mais de 550 famílias há mais de três anos, dando direito de permanência aos moradores no local.

decreto

A ocupação Padre Humberto fica localizada na região da Santa Maria, zona norte da capital, e é formada por 90% de mães solteiras, sem renda fixa, 5% por idosos e deficientes e 5% por famílias que não tem condições de pagar aluguel. Além disso, somente 5% das casas são de alvenaria, o restante são casas de taipa.

Em uma solenidade de assinatura, Firmino Filho entregou uma cópia do decreto que ele já havia assinado, como um gesto simbólico da ação da prefeitura. Para o prefeito, a assinatura do decreto é uma conquista muito importante para os moradores do local, pois é o primeiro passo para uma grande luta.

venancio

“Esse é um momento importante na luta pela terra, que marca um momento importante na construção desta comunidade. Essa é a primeira grande vitória de todos vocês”, disse, acrescentando que a Prefeitura de Teresina tem buscado executar uma política habitacional que busca dar teto a quem efetivamente precisa.

O vereador Venâncio Cardoso (Progressistas), antes de ser eleito vereador, atuou defendendo na Justiça os interesses das famílias que ocupam o local e depois de eleito foi um dos parlamentares municipais que facilitou as conversas entre Prefeitura e moradores.

“Hoje é um dia de festa e me sinto muito feliz de ter participado, de ter contribuído na luta dessas pessoas por uma moradia. A assinatura desse decreto marca um novo tempo para esse povo, tempo de sonhar com a casa própria”, falou o vereador.

venancio

Futuro

De acordo com Ana Carolina Pereira, presidente da associação de moradores, o próximo passo para os moradores da ocupação, é levar melhorias para dentro da comunidade. “O primeiro passo agora é fazer o reconhecimento da associação, depois é correr e dar entrada na documentação junto ao Ministério das Cidades para pedir a construção de casa populares e trazer o saneamento básico para dentro da nossa comunidade”, explicou.

No início de 2017, a Justiça do Piauí chegou assinar uma ordem de despejo contra as famílias, mas no mesmo período, o prefeito recebeu em um encontro no Palácio da Cidade, a associação de moradores e afirmou que a Prefeitura comunicaria ao juiz Antônio Soares o interesse social da área. Além disso, a Procuradoria Geral do Município entrou com um processo de desapropriação do terreno.

Presença

Também estiveram presente na solenidade, a deputada estadual Flora Izabel (PT), a deputada federal Iracema Portela (Progressistas), a vice-governadora Margarete Coelho (Progressistas) e os vereadores, Enzo Samuel (PC do B), Gustavo Gaioso (PTC), Joninha (PSDB), Teresa Britto (PV), Teresinha Medeiros (PSL) e o secretário Samuel Silveira.

Flora Izabel


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas