Motim causa destruição e deixa cerca de 13 feridos na Custódia imprimir publicado em: 21 / 08 / 2017

CustodiaPelo menos 13 detentos ficaram feridos durante um motim na Casa de Custódia, em Teresina. O tumulto- que ocorreu na noite deste domingo (20)- durou cerca de 3 horas e envolveu os pavilhões E, F, G e H. Foi ateado fogo em colchões, bem como destruídos celas e câmeras de segurança. A revolta teria sido uma reação dos presos a medidas disciplinares. Nenhum agente público ficou ferido ou foi mantido refém.

“As informações sobre o motivo ainda estão sendo apuradas, mas a princípio diria que os detentos estão insatisfeitos com a rotina carcerária, em especial questões disciplinares. Temos avançado internamente dentro da Custódia, no que tange a adoção de procedimentos disciplinares. O preso que comete alguma transgressão, por exemplo,  é flagrado com celular dentro da cela, anteriormente não acontecia nada. Contudo, agora ele sofre uma punição administrativa interna e pode ficar sem visita ou banho de sol durante alguns dias. Os direitos estão sendo restringidos para manter a rotina”, justifica Daniel Oliveira, secretário de Justiça do Piauí.

Ele acrescenta ainda que a instalação do circuito interno de segurança também teria sido um dos motivos do motim.

Segundo o gestor, os detentos feridos passam bem. Ele classifica o motim como de média proporção.

“As vítimas ficaram feridas devido a bala de borracha. Alguns precisaram de socorro devido a problemas de respiração causados pelo gás lacrimogênio”, explica Oliveira.

Equipes já iniciaram a limpeza dos destroços do motim. Uma equipe da secretaria de Justiça contabiliza os prejuízos e durante toda esta segunda-feira (21) a segurança na Casa de Custódia será reforçada.

“As imagens das câmeras de segurança serão usadas para constatar o crime de dano ao patrimônio público. Vamos identificar esses internos e puni-los nos termos da lei”, finaliza Daniel Oliveira.

Veja na íntegra nota da Sejus:

A Secretaria de Justiça do Piauí informa que as investigações preliminares apontam que a motivação principal para o motim na Casa de Custódia de Teresina, nesse domingo (20), foi o funcionamento do sistema de monitoramento por câmeras de segurança.

Nos quatro pavilhões atingidos pelo motim (E, F, G e H), pelo menos 30 câmeras foram destruídas. A Secretaria de Justiça continua apurando se há outros motivos para o motim e está investigando o distúrbio administrativa e criminalmente.

Treze detentos ficaram feridos levemente e receberam atendimento leve. Não houve mortes. A Secretaria de Justiça está reforçando a segurança no presídio, para manter a ordem, evitando, portanto, a ocorrência de novos distúrbios.

Serão aplicadas sanções disciplinares aos presos envolvidos. Atuaram na contenção do motim as equipes da Tropa de Choque da Polícia Militar, Bope, Rone, Comando de Operações Prisionais, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e agentes penitenciários.

Secretaria de Estado de Justiça do Piauí

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas