Motoristas aprovam fim da greve após decisão do TRT de multar Sindicato imprimir publicado em: 31 / 01 / 2017

feijao

à direita Fernando Feijão, presidente do Sintetro

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro) decidiu, em assembleia geral, acatar a decisão judicial da desembargadora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Liana Chaib, de encerrar a greve dos ônibus. A liminar determinava a suspensão imediata da paralisação, além de obrigar que a categoria aceitasse a proposta de reajuste salarial em 8,5%.

O presidente do Sintetro, Fernando Feijão, disse que o reajuste não é o ideal mas à categoria só cabe “obedecer” a decisão da Justiça.

“A proposta de reajuste ficou de 8,5% para motoristas, 10% para cobradores e fiscais e 12% para funcionários internos. Apesar de não ser como queríamos a categoria sai fortalecida após essa greve”, disse Fernando Feijão.

A decisão do TRT oferecia um reajuste de 8,5%, que será paga pelos empresário de  transporte coletivo.   Inicialmente motoristas e cobradores queriam  aumento de 15%, mas no decorrer das negociações baixaram o percentual para 10%. Com a suspensão da greve, o Sintetro garante que, a partir de agora, os ônibus já estão circulando normalmente – 100% da frota.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas