Mulher é presa por ‘cafetinagem’ e exploração sexual em Teresina imprimir publicado em: 25 / 10 / 2017

cafetinagem

Luciano Alcântara explicou que presa foi encaminhada para penitenciária feminina

Uma mulher de 43 anos foi presa nesta quarta-feira (25), no bairro Lourival Parente, localizado na Zona Sul de Teresina, por favorecimento de prostituição, exploração sexual de vulnerável e rufianismo, conhecido popularmente como “cafetinagem”. Segundo a Divisão de Inteligência e Captura (DICAP), que cumpriu executou o mandado de prisão definitiva aberto contra a acusada ela foi condenada a nove anos de prisão.

O mandado foi expedido pelo juiz Raimundo Holland, da 6ª Vara Criminal, no dia 18 de outubro. “Ele encaminhou o mandado para DICAP e nós fizemos a prisão. Ela foi presa na casa dela, mesmo lugar onde funciona o estabelecimento”, informou o delegado Luciano Alcântara.

A mulher respondia judicialmente a três processos. Por conta dessas ações, ela foi presa em 2008. “Na época, ela ficou presa por seis meses. Mas ganhou o direito de responder em liberdade. Mas agora cumprirá pena em regime fechado”, explicou Alcântara.

Lenice foi conduzida para a DICAP e depois foi levada para a Penitenciária Feminina de Teresina, onde cumprirá, inicialmente, a pena de nove anos. Segundo o delegado, a mulher ainda pode recorrer da decisão do juiz.

Portaldaclube


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas