Mulher que bancava mandante foi pivô da morte do cabo do BOPE imprimir publicado em: 08 / 12 / 2016

Claudemir Sousa

Claudemir Sousa

Investigadores do Grupo de Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil e do Serviço Reservado da Policia Militar do Estado descobriram nas últimas horas a existência de uma mulher, bem situada financeiramente, que “bancava” o fiscal de pista da Infraero Leonardo Ferreira Lima, preso sob acusação de ser o mandante do assassinato do cabo do Batalhão de Operações Especiais Claudemir de Paula Sousa, de 33 anos, no início da noite da última terça-feira, no conjunto Saci, que seria o pivô do crime. As informações indicam que ao se aproximar do cabo, a mulher teria diminuído o apoio ao acusado.

Conhecida como Ocionira, a mulher deve comparecer nas próximas horas à presença do presidente do inquérito, delegado Carlos Cesar Camelo, para dar explicações sobre o seu relacionamento com o cabo, do qual teria se aproximado por ocasião das eleições municipais deste ano. A mulher seria administradora de um órgão da área de saúde mental.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

últimas