No Piauí, ministro diz que obra do governo não provocará ” apartheid” imprimir publicado em: 20 / 07 / 2012

ministroNo Piauí, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, está realizando uma visita a diversas obras na cidade. Acompanhado de autoridades, como o prefeito Elmano Férrer, o senador Ciro Nogueira e a deputada Federal Iracema Portela, ele afirmou que os projetos da pasta, como o Minha Casa, Minha Vida, estão sendo pensados a fim de não promover um “apartheid”, entre famílias beneficiadas.

Ribeiro desembarcou em Teresina por volta das 7h30 e visitou o parque Lagoas do Norte e um conjunto habitacional que está sendo construído no bairro Alto da Ressurreição. Em seguida, ele vai ao cruzamento das avenidas Higino Cunha com Barão de Castelo Branco, onde será construído um viaduto.

A respeito do programa Minha Casa, Minha Vida, o ministro declarou que uma das preocupações está sendo não distanciar as famílias que estão sendo contempladas. “Estamos trabalhando para que esta movimentação não cause interferência na vida das pessoas, preservando a parte social, para que a família não sofra”, declarou.

Ao visitar residências no alto da Ressurreição, onde estão sendo construídas 200 casas pelo programa habitacional, Ribeiro reiterou que o ministério não irá causar segregação, principalmente nos deslocamentos das famílias que são beneficiadas com o programa do governo federal.

O Ministério das Cidades realizou em abril um fórum internacional no qual o ponto principal foi que as obras de infraestrutura do governo federal, não separe as famílias, no processo de reacomodamento.

O prefeito Elmano Férrer disse que é importante uma não provocar esse apartheid “para que não haja destruição de laços entre famílias”.

Cidadeverde.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas