Sábado, 16 de fevereiro de 2019
86 98179 0860
Cidades

07/02/2019 às 21h24

Redação

Teresina / PI

Ônibus são depredados por vândalos na zona norte de Teresina
O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários de Teresina (Sintetro) decidiu na tarde desta quinta-feira (07) continuar com a greve dos motoristas e cobradores
Ônibus são depredados por vândalos na zona norte de Teresina

Vândalos depredaram vários ônibus da empresa Emvipi, que fazem parte do Consórcio Poty, e atendem os bairros da zona norte de Teresina. Um dos casos foi registrado no final da tarde desta quinta-feira (07) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários de Teresina (Sintetro).

O fiscal do Consórcio Poty, José Augusto de Sousa, informou que recolheu os ônibus que chegaram até o ponto final da linha Poty Velho/ Santa Maria/ Av. Centenário em razão da falta de segurança. Um dos veículos foi alvejado com uma pedrada e os estilhaços atingiram o motorista.

“A situação aqui é dolorosa, perigosa. Os vândalos não respeitam o transporte coletivo, depredam os ônibus e numa situação de greve eles aproveitam a oportunidade para fazer mais quebradeira e danos ao patrimônio do povo. Infelizmente, eu tive que recolher todos os ônibus, pois não temos segurança. Um motorista quase foi atingido com uma pedrada na cabeça e ficou com os estilhaços no corpo dele”, reclamou.

Ele lamentou o episódio e disse ainda que outros ônibus sofreram ataques e estão sendo recolhidos para a garagem da empresa, na Santa Maria da Codipi. “É dessa maneira. A gente quer trabalhar! Hoje nós estávamos entusiasmados, cumprindo a lei, estávamos com 70% da frota circulando normalmente, todo mundo satisfeito, tranquilo, mas acabei de receber a informação que na garagem estão chegando mais ônibus depredados. Nós já encerramos, pois não temos como trabalhar. A gente quer segurança para chegar pelo menos em casa e se continuar assim a gente vai parar”, ressaltou.

Greve continua

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários de Teresina (Sintetro) decidiu na tarde desta quinta-feira (07) continuar com a greve dos motoristas e cobradores do sistema de transporte público da Capital.

O presidente do Sintetro, Fernando Feijão, explicou que o Sindicato de Empresas de Transporte Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) não aceitou a contraproposta colocada pelo sindicato de um reajuste de 4,5% dividido em duas parcelas, sendo pago 4% imediato e 0,5% em maio e sem a jornada dupla proposta pelo Setut.

“Nós que propusemos os 4,5%, porque nossa vontade é de terminar com essa greve, então o que queríamos era o reajuste de 4% agora de imediato, 0,5% em maio, abonar os quatro dias de greve dos trabalhadores, porém o Setut recusou alegando que não poderia dar qualquer percentual acima de 4% e que qualquer proposta que viesse só seria levada em conta com a dupla jornada para o trabalhador”, informou Fernando Feijão.

Decisão do TRT

O desembargador Wellington Jim Boavista, do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, determinou na tarde dessa quarta-feira (06) que 70% da frota de ônibus de Teresina passe a circular a partir desta quinta-feira (07) nos horários de pico das 6h às 8h e das 11h às 14h.

Em relação a determinação, Fernando Feijão confirmou que está sendo seguida a circulação de 70% da frota. “Nós estamos cumprindo a determinação na íntegra, é uma obrigação, uma determinação judicial, então temos que cumprir e estamos fazendo isso desde hoje”, ressaltou o presidente do Sintetro.

FONTE: Com informações do GP1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium