Quinta, 23 de maio de 2019
86 98179 0860
Esportes

15/02/2019 às 12h58

Redação

Teresina / PI

Interino, Mancini diz que consultará Cuca, mas terá autonomia
Técnico interino diz que terá autonomia para escalar o Tricolor
Interino, Mancini diz que consultará Cuca, mas terá autonomia
Vagner Mancini na entrevista coletiva no São Paulo — Foto: Reprodução

Vagner Mancini deu a primeira entrevista coletiva no São Paulo após assumir o time interinamente, enquanto Cuca termina seu tratamento cardiológico. O médico do novo treinador vetou a volta imediata ao trabalho.

Antigo coordenador técnico, Mancini será o responsável por comandar a equipe durante o Paulistão. Ele atendeu a um pedido do próprio Cuca e do São Paulo, e por isso de forma extraordinária topou a condição para viabilizar a contratação do novo comandante.

– Não houve mudança de ideia. Eu realmente afirmei que em hipótese alguma assumiria o São Paulo. O fato de termos tido uma reunião, e entendido que eu não poderia de maneira alguma dizer "não" à minha diretoria e pela viabilidade da vinda de um técnico que enxergamos como ideal no momento. Então, para viabilizar a vinda do Cuca... Já conversamos inclusive. Eu me sinto muito à vontade, interinamente, como coordenador do São Paulo que sou. Estou fechado para o mercado, que isso fique claro. Estou assumindo para viabilizar a vinda do novo treinador – disse o técnico.

Mancini diz que vai treinar e escalar o São Paulo com total autonomia, mas que consultará Cuca.

– Estamos mantendo contato com o Cuca. Ontem (quinta-feira) à noite mesmo tivemos uma conversa longa. À frente do time vou ter a chance de escalar, mexer e dar sequência pela minha cabeça, mas óbvio que quero escutar o Cuca para que ele faça parte do processo. O Cuca faz parte do nosso dia a dia e as conversas vão acontecer com frequência – afirmou.

Questionado se no domingo a escalação do São Paulo no clássico contra o Corinthians terá o dedo de Cuca, Mancini cravou:

– Do Mancini sim, do Cuca não. Só a partir do momento que ele chegar. Temos coisas em comum, enxergamos o futebol de maneira semelhante. Ninguém copia ninguém. A essência de cada um tem que ser a parte principal de cada pessoa. A partir do momento que o Cuca tiver aqui ele com certeza vai alterar alguma coisa. Isso não quer dizer que nós não vamos nos escutar. Dirigir de longe é uma coisa difícil. Eu gostaria muito que ele estivesse aqui, mas acredito que isso não seja possível.

Na visão de Mancini, o São Paulo precisa jogar um futebol melhor e ser protagonista.

– Com o elenco que nós temos, temos de melhorar. O São Paulo tem que ser o protagonista do jogo, tem que gostar da bola. Temos luta, mas muita luta não ganha jogo, temos que ter a parte técnica envolvida no processo – afirmou.

Questionado sobre a possível contratação de Alexandre Pato, em processo de saída de seu clube na China, Mancini elogiou o jogador, mas despistou a respeito da negociação:

– Indiscutível. O Pato é um jogador de alto nível. É indiscutível. Falar mais alguma coisa sobre isso eu estaria entrando em uma parte que não é minha – disse.

O primeiro desafio de Mancini será o clássico com o Corinthians, domingo, às 19h, na Arena Corinthians, onde o Tricolor nunca venceu.

– Eu estava pensando o que seria ideal. Estrear em um jogo mais fácil em casa ou em um clássico. Infelizmente não temos como escolher, temos que enfrentar a situação. Acho importante, quando você olha para frente, saber a dificuldade que vai enfrentar, mas ter a coragem para enfrentar. Assim como todos nós estamos assumindo riscos, o time tem que ser corajoso e ir enfrentar o Corinthians na Arena, onde nunca venceu – disse.

Mancini garante que ainda não sabe qual será a equipe para o clássico contra do fim de semana.

– Não tive a oportunidade de ter todo o elenco que jogou com Talleres para esboçar o que vai acontecer no jogo. Hoje ainda não tenho esse desenho. Está na cabeça, mas preciso ver no campo e sentir segurança. Entendemos o momento. Temos que melhorar em muitos aspectos. É notório e precisamos ter a segurança do treinamento – afirmou o treinador.

Para o clássico de domingo, Mancini terá a volta de Hudson (estava suspenso). Liziero continua no Reffis (ele sofreu uma entorse no tornozelo direito).

FONTE: Globo Esporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium