Segunda, 17 de dezembro de 2018
86 98179 0860
Geral

13/11/2018 às 10h39

Redação

Teresina / PI

Servidores federais no Piauí protestam contra extinção do Ministério do Trabalho
O ato foi motivado pelo anúncio do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), de que a pasta perderá status de ministério a partir de 2019.
Servidores federais no Piauí protestam contra extinção do Ministério do Trabalho
Grupo protestou diante da Superintendência Regional do Trabalho. — Foto: Lorena Linhares/G1

Servidores públicos federais do Piauí fizeram um protesto na sede da Superintendência Regional do Trabalho, localizada na Avenida Frei Serafim, nesta terça-feira (13). O grupo é contra o fim do Ministério do Trabalho e diz que com a extinção da pasta, os trabalhadores perderão direitos.

O ato foi motivado pelo anúncio do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), de que a pasta perderá status de ministério a partir de 2019. Bolsonaro declarou que pretende incorporar o órgão, criado há 88 anos, "a algum ministério".

José Martins, diretor do Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Piauí, diz que é importante que o presidente eleito reveja a decisão.

“É um órgão importante que defende os direitos dos trabalhadores e do mundo do trabalho como um todo. Ninguém sabe como vai ficar: onde vai ficar a fiscalização, onde vai ficar o atendimento, onde vai ficar a administração. Foi um ‘tiro’ principalmente no trabalhador da iniciativa privada”, disse.

Para o superintendente regional do trabalho no Piauí, Philippe Salha, é o Ministério do Trabalho que busca a conciliação e o equilíbrio de forças entre patrões e empregados, garantia justiça nas relações trabalhistas, o que pode ser prejudicado com o fim do órgão.

“Aqui se busca o equilíbrio entre as forças menos favorecidas com as mais favorecidas, buscando sempre o entendimento pelo diálogo, pela conversa. Torço para que assim como voltou atrás no caso do Ministério do Meio Ambiente, também volte atrás nesse caso”, disse.

Ele destacou que, mesmo atualmente e com atividades ininterruptas há 88 anos, o Ministério do Trabalho ainda passa dificuldades e precisa de mais investimentos.

“Hoje temos uma deficiência muito grande de servidores, no Brasil inteiro. Estamos na nossa unidade móvel emitindo carteiras de trabalho. Estamos cada vez mais crescendo e precisamos é de mais apoio para continuar o engrandecimento desse Ministério”, declarou.

FONTE: G1 Piauí

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium