Sábado, 16 de fevereiro de 2019
86 98179 0860
Esportes

31/01/2019 às 15h13

Redação

Teresina / PI

Se fechar, Galo terá que correr para ter Tardelli na pré-Libertadores
Inscrições para as fases 2 e 3 da Libertadores terminam no sábado; se conseguir fechar o negócio, Galo precisa acertar registro até sexta-feira
Se fechar, Galo terá que correr para ter Tardelli na pré-Libertadores
Caso feche a contratação de Tardelli, Atlético-MG terá corrida contra o tempo para tê-lo na Libertadores — Foto: Pedro Martins / MoWA Press

O sonho do torcedor do Atlético-MG de gritar novamente "Tardelli! Gol! Gol!" nas arquibancadas está mais próximo, já que o atacante deve repensar os planos de seguir na China e deve retornar ao futebol brasileiro. O Galo surge como o principal concorrente para repatriar Diego Tardelli, mas, se quiser contar com o ídolo na Copa Libertadores, a diretoria alvinegra precisará correr contra o tempo.

O sonho do torcedor do Atlético-MG de gritar novamente "Tardelli! Gol! Gol!" nas arquibancadas está mais próximo, já que o atacante deve repensar os planos de seguir na China e deve retornar ao futebol brasileiro. O Galo surge como o principal concorrente para repatriar Diego Tardelli, mas, se quiser contar com o ídolo na Copa Libertadores, a diretoria alvinegra precisará correr contra o tempo.

Burocracia e prazos

Pelo regulamento da Libertadores, o Atlético-MG precisa enviar a lista de inscritos à Conmebol, por meio de seu sistema eletrônico (COMET), até 72 horas antes da estreia da equipe - ou seja, até sábado à tarde. Para regularizar um jogador, ele tem que estar inscrito corretamente no BID da CBF, no caso dos clubes brasileiros. Neste caso, a negociação precisaria ser finalizada até às 19h de sexta, para regularizar o atacante no BID e poder inscrevê-lo no sistema da Conmebol no prazo adequado.

Caso o Atlético-MG não consiga acertar todos os detalhes da transferência de Diego Tardelli no prazo, ainda existe uma inscrição provisória. Cada clube pode inscrever cinco atletas provisoriamente, com essa regularização sendo analisada pela Conmebol posteriormente.

Sem contrato com o Shandong Luneng, da China, desde o fim de janeiro, Tardelli tem caminho livre para assinar com qualquer equipe do futebol brasileiro, entre elas o Atlético-MG, onde o atacante já tem uma bonita história.

Durante as duas passagens que teve com a camisa do Atlético-MG, Diego Tardelli defendeu o clube em 219 jogos, marcando 110 gols. Pelo Galo, o atacante conquistou os títulos do Campeonato Mineiro de 2010 e 2013, a Libertadores de 2013, a Recopa e a Copa do Brasil em 2014.

FONTE: Globo Esporte

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium