Nubank lança serviço de conta corrente digital imprimir publicado em: 24 / 10 / 2017

nubankO Nubank, plataforma digital de cartões de crédito, anunciou nesta terça-feira (24) o início da fase de testes de um serviço de conta corrente digital, o NuConta. A abertura de contas será feita totalmente via aplicativo e, ao contrário do cartão de crédito, não dependerá de análise prévia, estando disponível para qualquer brasileiro.

Embora o lançamento esteja sendo visto como um primeiro passo para a empresa se transformar em um banco digital, oficialmente, pela regulamentação do Banco Central, a NuConta é apenas uma conta de pagamentos, e a Nubank continua sendo uma fintech (startups de tecnologia que atuam no setor financeiro).

Inicialmente, serviços como cartão de débito, pagamento de boletos e saques não serão oferecidos. Os correntistas poderão apenas fazer transferências de dinheiro para outra NuConta ou para outros bancos e pagar a fatura do cartão de crédito Nubank. “Tudo isso sem precisar pagar nenhuma tarifa”, promete a empresa.

Pelo modelo anunciado, todo dinheiro depositado será automaticamente aplicados em títulos públicos, com rendimentos diários indexados ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário).

“Hoje já estamos nos preparando para entregar os principais serviços que uma conta corrente normal tem, mas em um formato totalmente inovador no mercado. E continuaremos trabalhando para que possamos em breve oferecer tudo o que seja realmente útil para os nossos clientes”, afirma David Vélez, fundador e CEO do Nubank.

Segundo a empresa, o serviço produto será disponibilizado gradativamente, começando por quem já é cliente e se inscrever. “A expectativa é que a NuConta esteja disponível para todos no primeiro trimestre de 2018”, informou.

Registrado como uma “instituição de pagamento” sob as novas regras definidas pelo Banco Central, o Nubank investirá dinheiro de clientes diretamente na dívida pública e lhes oferecerá 99% dos juros, cobrando uma pequena taxa, segundo a agência Reuters.

Questionada sobre o enquadramento do novo serviço na regulação vigente do Banco Central, a empresa informou que o dinheiro depositado pelos correntistas ficará “separado do patrimônio do Nubank” e “só pode ser usado para aplicações em títulos públicos federais”.

“Assim como fizemos com o cartão de crédito, estamos inovando os formatos presentes no mercado, mas sempre seguindo as diretrizes reguladoras”, explicou.

2,5 milhões de clientes

O Nubank tem se apoiado desde 2014 em sua interface digital simples, taxas de juros baixas e isenção de tarifas em seu popular cartão de crédito roxo.

Em operação no país desde 2014, o Nubank divulgou nesta terça-feira que possui mais de 2,5 milhões de clientes no Brasil.

Os jovens acostumados com a internet são o principal alvo do Nubank, mas a empresa espera que novas contas sirvam cerca de 60 milhões de brasileiros – 30% da população – que não têm conta bancária.

“Nossa ideia com essas contas não é ganhar dinheiro, mas também não é perder dinheiro”, disse Vélez aos jornalistas, acrescentando que os investidores da companhia estão felizes em vê-lo reinvestindo em crescimento em vez de gerar lucro logo.

Empresas de venture capital incluindo Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management e DST Global investiram US$ 179 milhões no Nubank desde 2013, avaliando a companhia em R$ 500 milhões no início de 2016 – o que, segundo a Reuters, torna a maior fintech brasileira.

O número de empresas do setor de tecnologia financeira no Brasil já aumentou seis vezes nos últimos anos, enquanto as companhias oferecem aos credores taxas de juros para empréstimos menores que os bancos tradicionais.

O pedido do Nubank para ser uma “instituição financeira”, que já dura dois anos, progrediu e está entrando em sua “reta final”, disse Cristina Junqueira, cofundadora e vice-presidente de desenvolvimento de negócios da Nubank.

Velez disse que a companhia pode eventualmente oferecer cartões de débito relacionados às novas contas e permitir que os usuários saquem dinheiro em caixas eletrônicos.

G1


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas