Obras dos terminais de integração da João XXII e Kennedy devem atrasar imprimir publicado em: 17 / 03 / 2017

obras terminais de integraçãoAs obras da estação, ou corredores, do sistema de integração das avenidas João XXII e Kennedy devem ser entregues até agosto deste ano. De acordo com a engenheira que coordena a obra, Adélia Melo, as obras iniciaram em abril de 2016 e provavelmente não será entregue dentro do prazo de um ano.

“A obra está em andamento, ela não está parada. Tem todo uma questão de aditivos, a obra tem uma série de complicações que, infelizmente, acontecem e atrapalham o cronograma. Mas esses motivos já foram solucionados e as estações devem ser entregues até agosto de 2017. Não quer dizer que só será entregue em agosto, pode ser entregue até antes”, justifica a engenheira.

Segundo ela, a estação da avenida João XXIII está 50% construída e já conta com estrutura metálica, base e cobertura. Faltam ainda o piso, vidros, forros, portas e alguns detalhes. Quanto à avenida Kennedy, Adélia informa que a obra já está com mais de 50% de andamento.

“Daqui para abril, as pessoas vão perceber um avanço na obra, porque trabalhamos com um serviço onde a maioria é terceirizada. As portas, por exemplo, já foram compradas, estamos apenas esperando chegar. E tem serviços que só podemos fazer quando determinada estrutura já estiver implantada na obra”, diz Adélia.

Conforme a engenheira, as estações visam abrigar a população de forma mais segura e confortável quando o sistema de integração estiver funcionando em Teresina. “Os tamanhos das estações variam de acordo com a quantidade do fluxo de pessoas e vão ter mais conforto e segurança, além de serem climatizadas. Elas são construídas para alimentar os corredores de ônibus, ou seja, todas as vias que sairão dos terminais e irão ao centro. Têm a mesma finalidade das paradas de ônibus do sistema atual, só que bem mais estruturada. Estão concentradas na parte esquerda da via, onde vai ter uma faixa exclusiva de ônibus. E, consequentemente, vamos ter uma melhoria fluxo de trânsito. Quando o sistema de fato estiver funcionando, a população vai perceber o benefício”, explica ela.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas