Oito cidades do Piauí têm decretos de emergência reconhecidos pela União imprimir publicado em: 19 / 04 / 2018

barragemO Governo Federal reconheceu que oito municípios do Piauí estão em situação de emergência por conta das enchentes, incluindo cheias de rios e risco de rompimento da Barragem do Bezerro. Com o decreto, os municípios devem receber apoio Federal para o socorro das pessoas desabrigadas pelos alagamentos. O reconhecimento tem vigência por 180 dias.

As cidades consideradas pela União como em situação de emergência são: Batalha, Barras, Esperantina , José de Freitas, Lagoa Alegre, Cabeceiras, Campo Maior e Pimenteiras. As seis primeiras estão ainda sob risco devido à possibilidade de rompimento da Barragem do Bezerro, onde foi localizada uma fissura no paredão, que já foi reparada. As duas últimas, segundo a Defesa Civil estadual, estão em risco devido às cheias de rios.

De acordo com Raimundo Coelho, secretário de Defesa Civil, os municípios avaliaram os danos causados pelos desastre, e fizeram a solicitação para o Estado, que enviou as informações para Brasília, que concedeu o reconhecimento federal da situação de emergência. Além destes, outros seis estão com decretos de emergência municipais: Juazeiro do Piauí, Luzilândia, Piracuruca, Joca Marques, Madeiro e Teresina.

O secretário disse que os oito municípios devem receber nas próximas semanas kits de emergência para serem distribuídos entre as cerca de 4 mil pessoas que estão desabrigadas por conta dos alagamentos. De acordo com Raimundo Coelho, os kits contém cesta básica e água mineral, kit para higiene pessoal, um kit de produtos de limpeza e colchonetes, fornecidos de acordo com as necessidades.

A previsão é de que os kits cheguem a Teresina na próxima quinta-feira (26) para então serem distribuídos para os municípios. “No primeiro momento a prioridade é o atendimento às famílias, a ajuda humanitária, o socorro para a retirada dos abrigos, e posteriormente os entes têm que procurar reestabelecer a normalidade da cidade: melhorar as vias, recuperar os açudes…”, explicou o secretário de defesa civil.

Ao todo 14 municípios decretaram situação de emergência. Raimundo Coelho disse que as outras seis cidades não fizeram procedimento solicitando a homologação para o reconhecimento federal. “Contactamos esses municípios e vamos fazer esse grupo e pedir o reconhecimento da União”, disse o secretário.

Portaldaclube

PARTICIPE

PUBLICIDADE

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas