“Cerrados”: Preso empresário do ramo da soja por furto de energia imprimir publicado em: 10 / 03 / 2017

EnergiaO Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) e a  Eletrobras Distribuição Piauí deflagraram na última quinta-feira (9) a “Operação Cerrados”, que visa combater o crime de desvio de energia elétrica nas regiões Centro-Sul e Sul do Estado. Como resultado, foi preso em flagrante um empresário paranaense, produtor de soja, suspeito de utilizar uma ligação direta na unidade consumidora sob sua responsabilidade para desviar energia da Distribuidora.

Peritos encontraram na fazenda fiscalizada um transformador de grande porte (112,5 kVA), ligado diretamente à rede, fornecendo energia para a sede da fazenda, residências dos funcionários e maquinários de uso agrícola. “O empresário foi preso e conduzido à delegacia de Uruçuí, que irá investigar o caso”, esclareceu o chefe de Segurança Patrimonial da Empresa, Carlos Petrônio.

A ação de fiscalização é coordenada pelo delegado da Greco, Laércio Evangelista, e pela gerente do Departamento de Medição e Combate às Perdas da Eletrobras Piauí, Rafaela Moreira. A operação conta com mais de vinte profissionais envolvidos na cidade de Uruçuí e outras 16 equipes de fiscalização atuando durante toda a semana na região dos Cerrados.

“Desde o início deste ano, já são 19 prisões por furto de energia elétrica”, informou Rafaela. A gerente garante que a Eletrobras Distribuição Piauí, em parceria com o Greco, continuará o trabalho de fiscalização para combate ao furto de energia em todo o Estado, atuando em 2017 com 113 equipes para coibir esta prática. “As perdas comerciais da Eletrobras Distribuição Piauí atingem hoje o índice de 18%. Fraudes e furtos de energia causam prejuízos para a empresa e para todos os consumidores, que sofrem o impacto do aumento de tarifa e redução de qualidade e investimentos no sistema elétrico”, complementou Moreira.

A intensificação das ações de fiscalização é resultado da ampliação do convênio com o Greco, viabilizada a partir de janeiro de 2017, pela parceria firmada entre a Eletrobras Piauí e o governo do Estado.

O empresário deve responder pelo crime de furto previsto no art. 155, do Código Penal Brasileiro.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas