Palmeiras enfrenta a Chapecoense em casa para espantar a crise imprimir publicado em: 20 / 08 / 2017

cuca palmeirasDois alviverdes em momentos complicados. Esse será o duelo deste domingo entre Palmeiras e Chapecoense, às 19h (de Brasília), no Palestra Itália, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto a equipe paulista ainda tenta amenizar a crise pelas eliminações nos torneios mata-mata, os catarinenses tentam sair da zona de rebaixamento.

Eliminado da Copa do Brasil e Libertadores, o Palmeiras sofre com os protestos da torcida. Na última segunda-feira, a maior torcida organizada do clube, Mancha Alviverde, se manifestou por meio de sua conta oficial no Facebook exigindo a saída do gerente executivo Alexandre Mattos, e questionando os trabalhos de Cuca e do presidente Mauricio Galiotte. Com a semana livre para treinos, a cobrança por um futebol melhor deverá ser ainda maior.

“Nós tivemos, depois de muitos jogos seguidos, uma semana para trabalhar. Um repouso merecido, necessário acima de tudo, porque faz parte do trabalho. Às vezes não é nem do corpo, mas sim mental. Vamos ter mais duas (semanas) assim. É natural que a gente tenha ganhos durante esse período. Será o primeiro jogo em casa depois da eliminação e esperamos jogar bem”, disse o técnico Cuca.

Se o Palmeiras está há uma semana treinando para o confronto deste domingo, e os atletas tiveram até mesmo dois dias de folga, a Chapecoense contou com apenas dois dias de trabalho para se preparar.

A equipe do técnico Vinicius Eutrópio passou cerca de 12 dias na Europa e Japão para a disputa do troféu Juan Gamper contra o Barcelona, amistoso contra o Lyon e Copa Suruga contra o Urawa Reds, todos terminando com derrotas alviverdes. Após 27h de viagem, a Chape desembarcou em São Paulo na quinta-feira, retomando os treinos apenas na sexta. A maratona é vista como vantagem do lado palestrino.

“Acho que isso conta bastante. No domingo, jogamos contra o Vasco, eles descansados e a gente vindo de um jogo desgastante, e sentimos a diferença. Mas não podemos nos apoiar nisso, temos que entrar focados para não sermos surpreendidos em casa e fazer um bom jogo. Não esperamos jogo fácil”, disse o volante Thiago Santos.


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas