Palmeiras inicia luta por fim de jejum com mesma base de 2015 imprimir publicado em: 31 / 01 / 2016

marceloO Palmeiras voltará a jogar uma partida oficial com o time titular quase dois meses depois de conquistar o título da Copa do Brasil sobre o Santos. A equipe que enfrentará o Botafogo-SP neste domingo em Ribeirão Preto, às 19h30 (de Brasília), terá apenas uma mudança, apesar de ter contratado oito reforços. O clube tenta encerrar um jejum de oito anos sem títulos do Paulistão — a última conquista ocorreu em 2008.

O técnico Marcelo Oliveira colocará Leandro Almeida no lugar do zagueiro Jackson, que não renovou o contrato de empréstimo. A vaga era de Edu Dracena, um dos reforços do time e titular nos dois jogos da pré-temporada — o jogador, porém, ficará fora de combate por duas semanas por conta de uma lesão muscular na panturrilha direita.

O esquema tático será exatamente o mesmo da temporada 2015: o 4-2-3-1. A disposição dos jogadores em campo também não mudará. Marcelo Oliveira irá manter Dudu por dentro no meio-campo, com Robinho atuando pelo lado direito, com mudanças de posições entre os dois.

“A ideia é de começar o Dudu centralizado, com a inversão do Robinho. Isso pode causar surpresa ao adversário. Eles têm características diferentes e podem não só trocar, como Dudu fazer a diagonal por fora, e Robinho se apresentar por dentro”, disse Marcelo.

O treinador também explicou por que optou pelo contestado Leandro Almeida para formar dupla com Vitor Hugo. O fato de o Palmeiras não sofrer gols na pré-temporada ajudou o comandante a escalar o atleta.

“A primeira opção, por convicção minha, é o Leandro Almeida. Ele teve um período inicial em que oscilou um pouco. Tem treinado muito bem, o time não tomou gol no Uruguai. E nós temos o privilégio de ter zagueiro para colocar a qualquer momento sem dúvida”, explicou.

Chance para os contratados

Dos oito contratados, apenas Moisés e Rodrigo não estão à disposição de Marcelo Oliveira, além de Dracena. O meia foi um dos maiores destaques da pré-temporada e será inscrito no campeonato apenas na próxima semana. Já o volante, contundido, voltará às atividades em três semanas.

Vagner, Roger Carvalho, Jean. Régis e Eril, por sua vez, têm chance de entrar em campo. O treinador do Palmeiras exaltou a concorrência entre eles e o restante do elenco. Para ele, todos os reforços estão no mesmo patamar.

“Não há um destaque. Pode ser que um ou outro vá se destacando, mas todos estão demonstrando empenho e qualidade. Os jogadores vão se escalando, com minha convicção e a estrutura de time. Acho muito saudável que os jogadores estejam empenhados em buscar a posição”, disse o treinador.

No ano passado, sob o comando de Oswaldo de Oliveira, o time quase conseguiu pôr fim ao jejum. A equipe alviverde chegou à final e perdeu a taça para o Santos, nos pênaltis, depois de vencer por 1 a 0 no Allianz Parque e ser derrotado por 2 a 1 na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP X PALMEIRAS

Data: 31/01/2016
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (1ª rodada)
Local: Estádio Santa Cruz, em São Paulo (SP)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli

BOTAFOGO-SP: Neneca; Daniel Borges (Samuel Santos), Caio Ruan, Mirita e Augusto Ramos; César Gaúcho, Rodrigo Thiesen (Allan Dias), Danilo Bueno (Diego Pituca) e Vitinho; Nunes e Serginho. Técnico: Marcelo Veiga.

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Vitor Hugo, Leandro Almeida e Zé Roberto; Matheus Sales, Arouca, Robinho, Dudu e Gabriel Jesus e Alecsandro. Técnico: Marcelo Oliveira.

uol.com


PDF pagePrint page

PARTICIPE

PUBLICIDADE

    Vale Vermelho

REDE SOCIAl

PUBLICIDADE

    Physio II

últimas